This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, janeiro 29, 2016

    Charge triplexada


    (São José do Rio Preto, SP)
    para ver mais charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: "Pic nic" - Karina Buhr

    Não me importo de onde veio o dinheiro dele
    Vai ter churrasco não sei onde botou o gelo ele
    Tem pó de serra, cerveja em cima da mesa
    Tem pés em baixo da mesma mesa

    Não tem graça, não tem graça, toalha de picnic

    Não quero saber porque você veio
    Nem de sua cerveja, seu gelo, sua ganância

    Eu também prefiro coisas

    The real problem with Donald Trump retweeting those provocative pictures of Megyn Kelly





    "Finally, there is the even more complex set of questions about what "obligation" Kelly has to comport with other people's notions of what a serious woman journalist does or does not do. In television news, a reporter's appearance -- really some admixture of sex appeal and likability -- is one of the many measures by which reporters with promising careers are regularly evaluated. News directors have been known to focus-group an anchor or reporter's authority and trustworthiness and then turn to questions about whether viewers "like" the employee or find him or her -- but especially her -- attractive or appealing. There are newsrooms where meetings and memos are still going out about the ideal way for women on camera to dress and which colors of lipstick they should wear. For real. The only real question at any television news operation is where appearance falls on the list of valued traits and "skills.""

    read the article by Janelle Ross
    The real problem with Donald Trump retweeting those provocative pictures of Megyn Kelly - The Washington Post

    'Com tinta você não mata, não rouba ninguém', diz jovem agredido na Saara



     

    ""Não só por mim não, mas por todo mundo que já sofreu isso e continua sofrendo dentro da minha cultura. Na minha opinião, com tinta você não mata ninguém, com tinha você não rouba ninguém. Pelo contrário, faz parte de uma das vertentes do hip-hop que tem o objetivo de incentivar as pessoas e alertar contra pessoas dessa mesma índole que estão soltas por ai e sendo impunes de tudo. Só espero que a Justiça seja feita e que mais pessoas não tenham que passar por isso de novo", disse Felipe."

    leia a reportagem de Caio Barbosa

    'Com tinta você não mata, não rouba ninguém', diz jovem agredido na Saara - Rio - O Dia

    Conselhos

    Marcadores: ,

    Via iris : THE DANISH GIRL (dir Tom Hooper rot Lucinda Coxon, Inglaterra, 2015)



    Embora tenham alterado bastante a história de Lili Elbe, a primeira pessoa a passar por uma operação transsexual - para torná-la mais palatável? - o filme é interessante, pela produção de época (os figurinos!), e as interpretações excelentes de Eddie Redmayne (principalmente) e Alicia Vikander (a robô de Ex Machina).

    quinta-feira, janeiro 28, 2016

    Por que vou perder meu emprego em uma agência de publicidade.



    "Em todos esses exemplos existe um ponto muito importante em comum, o desejo das pessoas: queremos assistir filmes e séries quando quisermos, queremos mandar um what’s ao invés de fazer uma ligação, queremos pagar menos pela hospedagem e realmente é pedir muito ao optar por um serviço de transporte que me atenda melhor?

    Na publicidade estamos constantemente construindo cercas ou tentando derrubá-las, mas para realmente entender o desejo das pessoas precisamos enxergar além disso."

     leia o texto de CAIO ANDRADE
    Por que vou perder meu emprego em uma agência de publicidade. — Medium

    Adolescente é absolvido 70 anos depois de ser executado por homicídio nos EUA


     Em 1944, George Stinney, 14, foi julgado culpado pela morte de duas garotas brancas e executado em apenas 83 dias após o crime

    "A família de Stinney sempre acreditou na inocência do adolescente, que teria sido forçado a confessar o crime para servir de bode-expiatório, segundo o "Guardian", "de uma comunidade branca procurando vingar a morte de duas meninas". Ele foi a pessoa mais nova a ter a pena de morte executada nos Estados Unidos no século 20.

     Ela se referia ao fato de o adolescente negro ter confessado o crime sem os pais ou um advogado estarem presentes, em interrogatório conduzido por policiais brancos. Ainda, o advogado público designado para defende-lo, Charles Plowde, "fez nada ou muito pouco" para ajudar o réu.

    Aime Ruffner, irmã de Stinney, participou como testemunha de defesa no novo julgamento, ocorrido em janeiro, afirmando que estava com ele na hora em que o crime foi cometido por outrem, porém nunca foi ouvida pela Justiça até então"


    leia mais ; 

    Adolescente é absolvido 70 anos depois de ser executado por homicídio nos EUA - Notícias - Internacional:

    pela cochlea: Clementina de Jesus & João da Gente - Barracão é seu

    De novo!





    (Recife, PE) 

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Cheap trick- Day Tripper

    Every Lingering Question From the New X-Files


     

    Why is Scully constantly covered in blood? 

    "Here is some more Scully neck blood. Surgeons are really not supposed to get patients' blood on their skin. And should there be this kind of breach of hygiene, surely they'd wash that blood off of themselves. Unless she's testing it too for alien DNA and wants a weirdly corrupted sample? Who can know."

    Every Lingering Question From the New X-Files -- Vulture

    Every Lingering Question From the New X-Files


     

    Why is Scully constantly covered in blood? 

    "Here is some more Scully neck blood. Surgeons are really not supposed to get patients' blood on their skin. And should there be this kind of breach of hygiene, surely they'd wash that blood off of themselves. Unless she's testing it too for alien DNA and wants a weirdly corrupted sample? Who can know."

    Every Lingering Question From the New X-Files -- Vulture

    Watch PETA's Sexy New Super Bowl Ad: It Left TV Execs Speechless





    "Meat-eaters across the country are feeling the effects of a “deflategate” crisis taking place right on their home turf, in the bedroom. More than half of men between the ages of 40 and 70 have to throw the game because of the difficulty they have even getting started.  Turns out, the cholesterol in meat, eggs, and dairy products slows the flow of blood to all the body’s organs—not just the heart."

    Watch PETA's Sexy New Super Bowl Ad: It Left TV Execs Speechless:

    Francisco encontra Rouhani



    (Salvador, BA)
    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Sophie Hunger Le Vent Nous Portera

    Ce parfum de nos annees mortes
    Ceux qui peut frapper a ta porte
    L'infinite du destin
    On en pose un, qu'est-ce qu'on en retient ?
    Le vent l'emportera

    Banksy denuncia operação policial em campo de refugiados francês


     


    "A localização da obra, bem em frente à embaixada da França em Londres, dá uma ideia da mensagem de protesto que o misterioso grafiteiro procurou lançar. Para não deixar nenhuma margem a dúvidas, o artista desenhou ao lado de Cosette um código QR, coisa que não havia feito até agora e que dota o trabalho de um caráter interativo: escaneado com um smartphone, o código abre um vídeo de uma operação policial realizada no último dia 5 de janeiro na Selva de Calais, o campo de refugiados localizado junto à localidade fronteiriça de Calais, em que os agentes franceses parecem utilizar gás lacrimogêneo contra os que buscam por asilo na Europa."

    leia mais
    >>
    Banksy denuncia operação policial em campo de refugiados francês | Cultura | EL PAÍS Brasil

    Nas franjas da sociedade




    "Em abril de 2014, adotou medida de corte mais radical, alterando a fonte de captação de água do município. Optou por desconectar Flint do sistema hídrico de Detroit, abençoada por um dos maiores conjuntos de lagos de água doce do planeta, e passou a suprir a cidade com recursos vindos do Rio Flint. Apesar de esse rio ser, há muitas décadas, notório depósito de lixo industrial das fábricas locais. Festejou, assim, uma economia anual de US$ 1 milhão a US$ 2 milhões.

    Dois meses depois da nova água amarelada começar a jorrar das torneiras e ser usada na comida, no banho, na bebida diária dos moradores da cidade, a pediatra Mona Hanna-Attisha, do hospital infantil municipal, soou o alarme. Ela notara uma incidência anormal de sintomas ligados a metal no organismo de seus jovens pacientes."


    leia o artigo de Dorrit Harazim

    quarta-feira, janeiro 27, 2016

    Mosquito concede entrevista





    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Vi: EL CLUB (Pablo Larraín, Chile, 2015)


    Pesado. Não só o tema.  A câmera expressionista, a parca luz, cenas noturnas ou emn luscofusco, o ar denso dentro da casa, os pecados, o preconceito, a impunidade, a sensação de tragédia.

    O clube é comparado a um spa em um diálogo mas é uma casa de retiro para padres molestadores,para que, isolados, reflitam sobre seus atos. O mundo exterior entra condenando, às vezes por gritos, às vezes com violência, às vezes por hinos.

    Poluição da Baía de Guanabara faz #RioWater ser o assunto mais comentado no Twitter dos EUA


     


    "A poluição na Baía de Guanabara fez a hashtag #riowater se tornar um dos assuntos mais comentados nesta quarta-feira no Twitter dos Estados Unidos. A expressão surgiu depois que Mike Greenberg, um âncora do canal de esportes americano ESPN, lançar um desafio aos dirigentes do Comitê Olímpico Internacional:

    - Se levar sua família para nadar nessa água, eu pagarei cada centavo das despesas - é o trecho postado no Vine - afirmou Greenberg em seu programa de rádio 'Mike & Mike'"

    leia a matéria de LUisa Vale

    Poluição da Baía de Guanabara faz #RioWater ser o assunto mais comentado no Twitter dos EUA - Jornal O Globo

    Vídeo mostra grafiteiros sendo torturados no Centro do Rio



     

    Outro manda o grupo repetir o que ele disser.

    “Nunca mais eu quero saber da Saara. Não passo na Saara para fazer minha arte”.

    As vítimas repetem.

    “Sou c”. E eles repetem também.

    Em seguida, o espancador avisa: “agora todo mundo vai apanhar nessa porra. Não bota o pé. Vou quebrar o pé”, ameaça outro torturador agredindo um dos jovens com uma barra de ferro.

    “Os parceiros de vocês dizem que são grafiteiros? Grafiteiro é o c. Vai grafitar na casa do c. Se passar dentro da Saara, o cerol vai pegar".


    leia a reportagem de Gustavo Goulart​ e veja o video>> 

    Vídeo mostra grafiteiros sendo torturados no Centro do Rio - Jornal O Globo

    O Brasil não parou. Nerm vai parar.


    (Salvador, BA)
    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: CAUBY PEIXOTO - NEGUE (Adelino Moreira/ Enzo de Almeida)

    Diga que já não me quer!
    Negue que me pertenceu,
    Que eu mostro a boca molhada
    E ainda marcada pelo beijo seu.

    As injustiças da Justiça brasileira

     Erros e descasos em processos criminais levam à prisão de inocentes por até duas décadas

    Detentos do presidio Ary Franco, no Rio Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo/16-12-2015

    "Era apenas uma coincidência de um nome em comum, mas erros e mais erros da Justiça brasileira transformaram a vida do pernambucano Marcos Mariano da Silva. Em 1976, o então mecânico e motorista foi preso por um assassinato cometido por um homônimo na mesma cidade em que morava, Cabo de Santo Agostinho (PE). Condenado, passou seis anos encarcerado, até o verdadeiro criminoso ser detido por outro delito. Marcos, então, foi solto, mas seu martírio ainda não havia se encerrado. Três anos depois, ele foi parado numa blitz e reconhecido por policiais que sabiam da primeira acusação, mas não de sua inocência. O juiz que cuidou dessa nova prisão tampouco se preocupou em ler seu processo e o mandou de volta para o presídio, onde permaneceu até 1998. Nesse período, contraiu tuberculose e ficou cego, até mais uma vez ser solto pelo reconhecimento do equívoco. No total, Marcos passou 19 anos preso e, depois, iniciou uma nova luta por reparação. Em 2011, no dia em que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu pelo pagamento de uma indenização de R$ 2 milhões, Marcos sofreu um infarto e morreu."

    leia a reportagem de Andre Miranda​ e Dandara Tinoco​ >> 

    As injustiças da Justiça brasileira - Jornal O Globo

    Polícia recolhe carne podre e armas no Zoo


     


    "No mesmo dia em que a prefeitura, o Ministério Público Federal e o Ibama entraram num acordo para reabrir o Zoológico do Rio, a Polícia Civil apreendeu 160 quilos de carne estragada no local. Peritos acreditam que a comida seria usada na alimentação dos animais, assim como grande quantidade de queijo e leite, que estavam sem refrigeração adequada.

    No hospital veterinário, os agentes apreenderam medicamentos fora da validade e quatro espingardas de diferentes calibres, sem registro, dentro de um armário onde estavam guardados os rifles de ar comprimido, legalizados, para a aplicação de tranquilizantes nos animais."


    leia a reportagem de Vera Araújo / Giselle Ouchana / Amanda Prado
    Polícia recolhe carne podre e armas no Zoo - Jornal O Globo

    Alvo




    (Salvador, BA)

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Elza Soares - Maria da Vila Matilde (Douglas Germano)

    Cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim!

    terça-feira, janeiro 26, 2016

    Every Star Wars Lightsaber, Ranked



     Kinostarts - ´Star Wars: Episode I - Die dunkle Bedrohungª

    "Star Wars did not invent the concept of a magic blade, or even a laser sword — those pop up in Asimov's Lucky Starr series, among others — but as with many of the series' pulp influences, George Lucas refined and reduced them to their essential elements, creating the series' ultimate addition to the pop-culture canon. Think of the otherworldly glow, the distinctive hum, the (illogical, but who cares?) weight of the blade. For the Jedi, a lightsaber is a symbol of their innate exceptionalism; for Luke, it's a connection to his father; for the Sith, it's one more way to assert their dominance over the weak. But of all the lightsabers we've seen in Star Wars so far, which one is the best? To answer that question requires an elegant listicle, for a civilized age. Cue up "Duel of the Fates," and meet us below the jump. Those who disagree should consider our new reader re-rankings below as their chance to challenge us to a duel."

    see the rankings>>

    Star Wars Lightsabers, Ranked -- Vulture

    Sob pressão, Samarco negocia pagar 20 bilhões por desastre de Mariana


     Desastre em Mariana


    "A presidente do Ibama, Marilene Ramos, no entanto, não se mostrou tão conforme quanto ao avanço das medidas de recuperação ambiental da região afetada pela tragédia. Após a reunião de quinta-feira, ela afirmou que o plano de recuperação ambiental entregue pela Samarco está incompleto. “Nossa primeira avaliação indicou que o programa está muito aquém da resposta que nós esperávamos”, afirmou. Segundo Marilene, será exigido um novo estudo a Samarco para reparar os impactos do rompimento da barragem.

    Marilene disse ainda que, para liberação da licença para mineradora voltar a operar, a Samarco precisa adequar suas instalações para evitar novos desastres. "


    leia a reportagem de Heloisa Mendonça >>

    Sob pressão, Samarco negocia pagar 20 bilhões por desastre de Mariana | Brasil | EL PAÍS Brasil

    segunda-feira, janeiro 25, 2016

    Dilma se compara a Getúlio



    CLAUDIO
    (São Paulo, SP)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Sabiá - Tom Jobim

    Sei que ainda vou voltar
    Não vai ser em vão
    Que fiz tantos planos de me enganar
    Como fiz enganos de me encontrar
    Como fiz estradas de me perder
    Fiz de tudo e nada de te esquecer.

    Eu sou Jéssica


     Como uma figura de ficção pôde explicitar tão bem o desassosego na senzala
    Jessica

    "Desabusada como ela só, Jéssica suscita inquietação mesmo entre quem a princípio deveria estar a seu lado. Camila esteve num preview para a associação de trabalhadoras domésticas no Rio, ao lado de Karine Teles, que exprime no filme o incômodo equívoco da patroa. A cena da piscina, chocantemente simbólica, fez a plateia popular explodir como se fosse gol em final de campeonato. No entanto, deu também para sentir o mal-estar provocado pelo desembaraço meio petulante da menina entre as Vals ainda acomodadas no quarto dos fundos da ordem estabelecida, por injusto e hipócrita que seja o status quo.

    “Teve uma senhora que andava pra lá e pra cá”, lembra Camila, “falava sem parar, não parava na cadeira, estava exaltada”. Depois, percebeu-se que o que a deixara tão atormentada eram os repentes de compaixão que Que Horas Ela Volta? alterna com momentos de conflito. “Na história dela”, conta Camila, “manifestações eventuais de afeto são um intolerável artifício para desprofissionalizar a relação. Contou: ‘A única vez que o patrão me chamou para sentar à mesa foi porque não queria me dar o aumento que pedi’."


    leia a reportragem de Nirlando Beirão​ >> 
    Eu sou Jéssica — CartaCapital

    How “Making a Murderer” Went Wrong - The New Yorker


    "That does not automatically compromise independent investigations into crime; some remarkable and important work has been done in the tradition of the court of last resort. But it does enable individual journalists to proceed as they choose, and the choices made by Ricciardi and Demos fundamentally undermine “Making a Murderer.” Defense attorneys routinely mount biased arguments on behalf of their clients; indeed, it is their job to make the strongest one-sided case they can. But that mandate is predicated on the existence of a prosecution. We make moral allowances for the behavior of lawyers based on the knowledge that the jury will also hear a strong contrary position. No such structural protection exists in our extrajudicial courts of last resort, and Ricciardi and Demos chose not to impose their own."]

    read the article by Kathryn Schulz​ >> 

    How “Making a Murderer” Went Wrong - The New Yorker: Kathryn Schulz

    Alma honesta




    (Curitiba, PR)
    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges


    Marcadores: ,

    Vi; THE BIG SHORT (dir Adam McKay rot Michael Lewis, EUA, 2015)

    Comprovando que o humor é um meio eficaz para críticas, aborda questões complexas de forma didática e interessante. Como são feitas as salsichas, quer dizer, como a economia mundial é manipulada. E fraudada.

    Para mim um dos melhores filmes concorrendo ao Oscar este ano (e um dos menos favoritos). Recomendo assist-lo da próxima vez que aquelas agencias reguladores emitirem notas com aquelas letrinhas, ou aqueles rebaixamentos esotéricos.

    Carnaval 2016: As músicas da crise


    Estava errado
    Devia ter ficado na minha
    Nunca iria dar certo
    Ela Petralha e eu Coxinha

    "Decidimos acompanhar as manchetes dos jornais, criando marchinhas correspondentes às notícias. Porém, nossa narrativa não é literalmente um relato da notícia em si, pois criamos cenários imaginários que correspondem, quando contrastados, à notícia real. O brasileiro tradicionalmente dá risada da própria desgraça, isso é meio histórico. Grandes humoristas, como Jô Soares ou Chico Anísio, já faziam isso. Dias Gomes descreveu há muito tempo, na novela Bem Amado, um cenário político praticamente idêntico ao de hoje. No nosso caso, achamos o humor uma forma extremamente forte de protesto. Além do que, é bem melhor rir do que chorar",

     veja os videos e ouça as marchas
    Carnaval 2016: As músicas da crise | Brasil | EL PAÍS Brasil

    Indios Krenak: confinados pela poluição





    "Pescar e beber água é a preocupação de José Cecílio Damasceno, ou Takruko, como se apresenta logo depois de usar o nome de “branco”. O indígena fala com desespero da sujeira que tomou conta do leito do rio, chamando-o de “rio do amargor”. Além da renda obtida com o trabalho de barqueiro pela prefeitura, ele recorria ao Doce para reforçar o orçamento:

    — O rio dava tudo para nós. Se eu precisava de um pacote de açúcar, pescava e vendia para os restaurantes. Agora está tudo morto."


    leia a reportagem de Renata Mariz

    domingo, janeiro 24, 2016

    Microcefalia






    (Porto Alegre, RS)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges





    Marcadores: ,

    pela cochlea: David Bowie - Changes (Live)

    Saideira dos dias de Bowie



    I watch the ripples change their size
    But never leave the stream
    Of warm impermanence
    So the days float through my eyes
    But stil the days seem the same
    And these children that you spit on
    As they try to change their worlds
    Are immune to your consultations
    They're quite aware of what they're going through

    Ch-ch-ch-ch-changes

    Fearmongering Around Muslim Immigrants Echoes Anti-Asian Hysteria of Past



    "U.S. President Chester Arthur signed into law the Chinese Exclusion Act, the first in a series of discriminatory legal measures aimed at curbing immigration from Asia. Speaking at the time of its passage, California Sen. John F. Miller, a leading proponent of the law, declared that the Chinese were “an inferior sort of men” and that “Chinese civilization in its pure essence appears as a rival to American civilization. It is a product of a people alien in every characteristic to our people, and it has never yet produced and can never evolve any form of government other than an imperial despotism. Free government is incompatible with it, and both cannot exist together.”

    "Nationally syndicated newspaper pundits played a key role in the campaign for punitive measures against Japanese-Americans, including internment. In the Washington Post, popular syndicated columnist Westbrook Pegler wrote in favor of mass internment of Japanese-Americans on the West Coast, declaring, “To hell with habeas corpus until the danger is over.” Some were even more frank in their racist attitudes; syndicated columnist Henry Mclemore wrote at the time that “If making one million innocent Japanese uncomfortable would prevent one scheming Japanese from costing the life of one American boy, then let the million innocents suffer.” "


    read the article by Murtaza Hussain​ >> 
    Fearmongering Around Muslim Immigrants Echoes Anti-Asian Hysteria of Past

    PALAVRAS


    Vale a pena ser corrupto no Brasil porque, ao final, nossa Justiça é lenta, nossos processos são intermináveis e, além de tudo, se nada disso der certo, vocâ vai no governo e resolve o problema com uma nova lei.

    - Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador

    pela cochlea: David Bowie - Valentine's Day

    Com mais de 40 anos de carreira, Bowie continuava compondo obras maravilhosas. Está é uma de suas melhores músicas de todos os tempos e é de 2013. Sobre garotos que piram e saem matando gente em escolas. 

    Valentine told me who's to go
    Feelings he's treasured most of all
    The teachers and the football star
    It's in his tiny face
    It's in his scrawny hand
    Valentine told me so
    He's got something to say
    It's Valentine's Day


    Procurando Lula





    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Dilma aderiu aos oligarcas


    "O mimo permitirá que empreiteiras cujos diretores foram encarcerados negociem novos contratos e obras com a Viúva. No mais puro dilmês, ela disse que "devemos penalizar os CPFs (as pessoas físicas), os responsáveis pelos atos ilícitos. Não necessariamente penalização de CPFs significa a destruição dos CNPJs (as pessoas jurídicas). Aliás, acreditamos que não exige". A frase de pouco nexo escamoteia o conceito de que as roubalheiras podem ter mais a ver com malfeitorias de pessoas do que de empresas.

    As roubalheiras não eram dos executivos, eram da oligarquia empresarial. Prova disso está no fato de que nenhuma empreiteira queixou-se de seus executivos.

    Os defensores do abrandamento dos acordos de leniência sustentam que a Lava Jato abala negócios, desemprega trabalhadores e inibe a economia. É um argumento parecido com aquele usado pelos defensores do tráfico negreiro no século 19, mas essa é outra discussão. "

    leia a coluna de Elio Gaspari​  >>


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER