This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, outubro 24, 2015

    Cunha diz que fica


    (Vila Velha, ES)
     
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Via iris : HUNGRY HEARTS (Saverio Constanzo, Itália, 2014)



    Obsessão pelo naturalismo coloca em risco o relacionamento de um casal, e, pior, a vida de um criança.
    Tenso.

    (Me lembrou de alguns amigos nossos...)

    Premios de Melhor Ator e Melhor Atriz no Festival de Veneza

    quinta-feira, outubro 22, 2015

    Caju: Grana! Grana! Grana!








    clique para ler num tamanho maior.......

    Por que Eduardo Cunha não cai?


     Image result for eduardo cunha


    "Tome-se como exemplo o projeto que afrouxa o Estatuto do Desarmamento e, se aprovado, pode eternizar a posse de 600 mil armas, hoje concedida temporariamente. Ou ainda o Estatuto da Família, que determina que uma família só pode ser assim definida se composta a partir da união de um homem e uma mulher.

    Sem Cunha, que garantias esse grupo de parlamentares tem de que propostas como essas continuarão marchando no Parlamento?"


    leia mais no artigo de Alan Gripp​ >> 
    Análise: Por que Eduardo Cunha não cai?

    quarta-feira, outubro 21, 2015

    De volta ao presente




    SAMUCA
    (Recife, PE)

    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Deerhunter - Monomania (4AD)



    And in my head
    There is something rotting dead
    I can't compete with her
    Let me be released from this

    Mono-monomania

    Quando se perde a esperança: o terceiro levante palestino pode ser o definitivo

    "São atos de violência aleatórios, cometidos por mulheres e homens jovens sem filiação política que não explicam seus motivos. Sao indivíduos fartos e sem esperança, contra os quais tanto o Exército quanto a diplomacia são inúteis. De pouco adianta, também, endurecer as penas contra quem se dispõe a jogar a vida fora para expressar sua indignação."

    leia mais:
    http://textosdoblog0news.blogspot.com.br/2015/10/quando-se-perde-esperanca-o-terceiro.html

    CCJ da Câmara aprova projeto que proíbe venda de meios abortivos



    A deputada Erika Kokay (PT-DF) criticou a proposta argumentando que as mulheres vítimas de estupro poderão ser penalizadas porque não terão acesso à “pílula do dia seguinte”.

    Ela também ponderou que as mulheres pobres é que serão ainda mais prejudicadas, já que a medida não vai impedir que os abortos continuem acontecendo no país. “As mulheres ricas conseguem recorrer a clínicas no exterior. As pobres continuarão correndo risco de vida ato tentar um aborto clandestino”, afirmou Kokay. Ela chegou a apresentar um requerimento para adiar a votação, mas a sugestão não foi aceita.

    O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) saiu em defesa do projeto e disse que poderia “falar com propriedade”, uma vez ser ele próprio “fruto de um aborto mal feito”. “Posso falar com propriedade porque sou fruto de um aborto mal feito, para alegria de uns e tristeza de outros. Minha mãe tinha, inclusive, uma clínica de aborto. Só eu sei o quanto gasto com a minha mãe por causa dos traumas psicológicos que ficou depois de tantos abortos que fez”, disse Feliciano.


    G1 - CCJ da Câmara aprova projeto que proíbe venda de meios abortivos - notícias em Política

    Vi: Show Me a Hero​ (rot David Simon, Lisa Belkin & William Zorzi, dir Paul Haggis, EUA, 2015)

     MInissérie excelente. Política, preconceitos, programas habitacionais. Muito a ver com nossas cidades partidas. Dos criadores de The Wire

    NUmero de abelhas caiu




    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Save The Bees: I Painted London Streets With Bee Murals To Raise Awareness About Colony Collapse Disorder |

     street-art-save-the-bees-louis-masai-19


    When countries have populations of people piled on top of each other, people care less about what lies beyond

     

     

    I think there’s a disconnection in British peoples’ minds about their own living environment and the idea of extinction


    But I don’t think it’s just the UK, I think that it’s urbanized countries

     street-art-save-the-bees-louis-masai-8

    see more 

    Save The Bees: I Painted London Streets With Bee Murals To Raise Awareness About Colony Collapse Disorder | Bored Panda:

    Legal Marijuana's $40 Billion Future : The future of marijuana explained with marijuana





    "The bud boom is hardly surprising, really, since almost half of US states are embracing cannabis to some degree. Bad news for Mexican cartels, but good news for you. We made a video quantifying the exact state of your preferred altered state. Weed delivery apps anyone?"  

    see the video
    Legal Marijuana's $40 Billion Future | WIRED

    terça-feira, outubro 20, 2015

    Bip ! Bip!




    LEONARDO
    (Rio de Janeiro, RJ)

    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Vampire Weekend - Hannah Hunt

    A gardener told me some plants move,
    But I could not believe it
    ‘Til me and Hannah Hunt
    Saw crawling vines and weeping willows
    As we made our way from Providence to Phoenix

    "Estamos criando uma geração de analfabetos corporais."

    "Nossas crianças não sabem andar, correr, cair sem se machucar gravemente, tampouco avaliar riscos.

    Basta observar um agrupamento de crianças —principalmente na hora do recreio, e na entrada e saída da escola, que são excelentes situações para isso — para constatar o quanto as crianças não têm domínio de seu corpo, do espaço físico que usam, e do espaço que o outro ocupa.

    Quando as crianças correm e tropeçam —incidente muito comum na infância — desabam no chão sem ter amenor noção de que poderiam se proteger, pelo menos um pouco, na queda.

    Quando querem subir em uma árvore ou em outro local, não conseguem avaliar como fazer isso da maneira menos perigosa, ou desistir caso percebam que o risco é grande."


     leia o artigo de ROSELY SAYÃO
    Deliberação n - 15_10_15_leia_mais_educacao1.pdf

    Nuvem de gente: Investimentos criam plataformas on-line que distribuem tarefas no mundo - 17/10/2015 - Mercado - Folha de S.Paulo



     Câmera que segue o movimento dos olhos, usadas em tarefas da "nuvem"

    " Para seus defensores, a nuvem elimina a escassez de profissionais capacitados, reduz o desemprego em áreas problemáticas e ajuda a criar uma meritocracia mundial. Há quem diga que isso pode nos devolver à era da produção caseira, antes que fôssemos empilhados em fábricas e escritórios e perdêssemos controle sobre o trabalho.

    "O que vemos hoje são as pessoas de novo assumindo a propriedade dos meios de produção, porque você só precisa de um computador, seu cérebro e de uma conexão wi-fi para trabalhar", diz Denis Pennel, diretor da Ciett, um lobby internacional de agências de emprego.

    "Marx deve estar muito contente, na verdade!"

    Os críticos veem na nuvem humana um oeste selvagem de empresas exploratórias e trabalho não regulamentado, levando as pessoas a uma concorrência mundial que as levará ao fundo do poço.

    "Isso faz com que a famosa divisão do trabalho nas fábricas de alfinetes descrita por Adam Smith pareça modesta", diz Guy Standing, acadêmico e autor de diversos livros sobre a ascensão do trabalho sem garantias. "

    leia o artigo de Sarah O' Connor

    Investimentos criam plataformas on-line que distribuem tarefas no mundo - 17/10/2015 - Mercado - Folha de S.Paulo:

    O país está levitando




    (São Paulo, SP)

    quer ver mais charges?
    clique em marcadores: charges 

    Marcadores: ,

    Tian bian yi duo yun (O Sabor da Melancia) - dir Tsai Ming-Liang, Taiwan, 2005




    As marcas registradas de Tsai Ming Liang - planos longos, enquadramentos onde mais de uma ação ocorre ao mesmo tempo, ritmo lento, um mínimo de diálogos, beleza plástica - acrescidas de números musicais extremamente bregas e muitas cenas de sexo - a última transa é uma das mais bizarras do cinema.

    Desigualdade social: 1% da população mundial concentra metade de toda a riqueza do planeta



     
    Em O Preço da Desigualdade, um dos últimos livros de Joseph E. Stiglitz, o Nobel de Economia utilizou uma poderosa imagem da Oxfam para ilustrar a dimensão do problema da desigualdade no mundo: um ônibus que por ventura transporta 85 dos maiores multimilionários mundiais contém tanta riqueza quanto a metade mais pobre da população mundial.

    Hoje, essa impactante imagem, plenamente em voga, ganha a companhia de outras que deixam latente a crescente desigualdade entre os privilegiados e o resto do mundo: um de cada 100 habitantes do mundo tem tanto quanto os 99 restantes; 0,7% da população mundial monopoliza 45,2% da riqueza total e os 10% mais ricos têm 88% dos ativos totais. 

    leia mais
    Desigualdade social: 1% da população mundial concentra metade de toda a riqueza do planeta | Economia | EL PAÍS Brasil

    segunda-feira, outubro 19, 2015

    Em nome de Jesus



    (Rio de Janeiro, RJ)
    clique na charge para ve-la maior
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

     

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Wado - Down em Mim (Cazuza/Frejat)


    Outra vez vou me esquecer
    Pois nestas horas pega mal sofrer
    Da privada eu vou dar com a minha cara
    De panaca pintada no espelho
    E me lembrar, sorrindo, que o banheiro
    É a igreja de todos os bêbados
    Eu ando tão down
    Eu ando tão down

    (clique na mosca para ouvir)


    https://soundcloud.com/projetoagenor/06-down-em-mim-wado

    Rede global de judeus lança manifesto contra a ocupação israelense na Palestina

    "O medo tomou por completo as ruas de Jerusalém, centro de toda essa violência. Israelenses atirando em manifestantes palestinos em Jerusalém Oriental e seus arredores. Palestinxs esfaqueando e atirando em civis e policiais israelenses nas ruas. Forças israelenses matando palestinxs suspeitos em crimes sem julgamento prévio, mesmo quando elxs claramente não representam uma ameaça. Palestinxs jogando pedras em carros. Gangues de israelenses batendo em palestinxs, ou pedindo à polícia que atire nelxs. Palestinxs sujeitadxs a revistas humilhantes nas ruas – tudo isso tem se tornado rotineiro na cidade onde fomos educadxs a rezar pela paz, assim como em outros lugares de Israel, Gaza e Cisjordânia.

    Enquanto a violência é visível nas ruas, ela também ocupa os corações e mentes de todxs. O medo está revelando o pior das pessoas, demandando mais derramamento de sangue, como se isso fosse reparar o dano feito. O medo e a retórica racista estão escalonando a situação. Mais uma vez, o governo israelense responde com o poder militar: centenas de pessoas foram detidas; o acesso palestino à Esplanada das Mesquitas, onde se encontra a Mesquita de Al-Aqsa, foi restringido; o acesso à parte do bairro muçulmano da cidade velha de Jerusalém foi proibido axs palestinxs; regras de abrir fogo foram alteradas para permitir que franco atiradorxs abram fogo contra crianças; foi estabelecida uma sentença mínima para aquelxs que atirassem pedras, afetando mais de 150 crianças que foram presas somente em Jerusalém Oriental nessas últimas semanas; e já existem propostas para impor um toque de recolher, ou mesmo o cerco à Jerusalém Oriental.

    Décadas de desapropriação, ocupação e discriminação são a principal razão da resistência palestina. Mais repressão militar israelense e a contínua ocupação e cerco nunca cessarão o desejo palestino por liberdade e tampouco tocarão as reais causas da violência. Pelo contrário, as atuais ações do governo e do exército de Israel criarão mais violência, destruição, e o entrincheiramento dessa divisão. "


    Abaixo, confira o manifesto na íntegra:
    Rede global de judeus lança manifesto contra a ocupação israelense na Palestina | Portal Fórum: Abaixo, confira o manifesto na íntegra:

    Rio, 70 graus




    O sufoco que moradores do Rio passaram nos últimos dias, os mais tórridos do ano, não é só culpa do El Niño. Ilhas de calor produzidas por usos do solo se acentuam e se expandem na Região Metropolitana. Desde os anos 1980, o solo ficou 15 graus mais quente.

    leiamais
    Rio, 70 graus: Desde os anos 1980, o solo ficou 15 graus mais quente.

    domingo, outubro 18, 2015

    Vai que o cara é inocente




    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    A blasfêmia do Porsche de Jesus.com

       

    "Lendo a notícia sobre o Porsche Cayenne registrado em nome da empresa Jesus.com, propriedade da família Cunha, não pude deixar de me perguntar o que pensam essas centenas de milhares de evangélicos sinceros, que, fiéis a seus princípios religiosos, sacrificam, cada mês, de boa fé, uma parte de seus pequenos recursos para alimentar uma Igreja cujos membros mais responsáveis se revelam milionários e, o que é pior, acusados de enriquecimento ilícito."

    "Como qualificar, desde um ponto de vista de sensibilidade religiosa, a união do nome de Jesus a um Porsche de luxo proporcionada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), membro da Igreja Evangélica? E a situação é ainda pior se existe a suspeita de que a frota de carros, cotados em mais de um milhão de reais, que Cunha possui poderia ser um fruto maldito da corrupção política. Para muitos cristãos deve ter parecido blasfêmia, um vocábulo que, em sua acepção original, significa um “insulto a Deus” e, em seu sentido mais amplo, representa uma irreverência em relação a algo considerado sagrado."

    mais no artigo de Juan Arias>>

    A blasfêmia do Porsche de Jesus.com | Opinião | EL PAÍS Brasil: C

    Literatura: Os livros que muito poucos conseguem terminar


     

    "Alguns levam essa ideia longe demais. O romancista britânico Kingsley Amis disse em seus anos de maturidade que a partir de então, com pouco tempo de vida pela frente, só leria “romances que começam com a frase: ‘Escutou-se um disparo’”. Talvez o pai de Martin Amis tenha exagerado (as memórias de seu filho, nas quais tanto o ataca, têm quase 500 páginas), mas são muitos os que opinam que “a vida é muito curta para ler livros muito compridos”. Eis aqui uma lista de volumes que carregam o estigma (frequentemente injusto) de ser impossível terminar de ler."

    leia artigo de MIqui Otero >> 

    Literatura: Os livros que muito poucos conseguem terminar | Cultura | EL PAÍS Brasil:

    horário de verão é golpe!




    (Recife, PE)

    para ver outras charges
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    pela cochlea: Guided by Voices - Keep It In Motion (Official Music Video)


    Entrevista Ferrez, escritor brasileiro: “Até hoje eu não sei o que é pior: a igreja ou a droga”


       "Até hoje eu não sei o que é pior: A igreja ou a droga. O cara não pensa por ele. Quando o Silas Malafaia fala as besteiras que ele fala, por exemplo, ele não sabe o que é ser homossexual na periferia. Ele não sabe como o cara apanha, é mutilado, é tratado como lixo. Ele não tem noção de como é criminosa a fala dele. Esses caras têm o dom da palavra. E quando você tem o dom da palavra, você convence quem você quiser."

    "Quando o cara diz que tem que fazer e acontecer, daqui a dois meses morre um moleque assassinado na periferia, porque essa conversa vai chegar em alguém que vai tomar uma atitude. O dono do comércio pressiona, o político pressiona, o policial vai lá e executa. Todo mundo pressiona, porque as palavras têm poder. Os julgamentos são da boca pra fora, porque as pessoas são guiadas pela mídia. Você vê em pesquisa: 80% das pessoas querem a redução da maioridade penal. Claro. O cara assiste a quatro horas de Datena por dia. Eu também iria querer. Por exemplo, o cara vem do Nordeste pra cá sofrendo, apanhando do pai com vara. Chega aqui, trabalha, sofre pra caramba pra ter alguma coisa, quando alguém rouba ele, ele acha que esse cara tem que morrer mesmo. Esse foi o tratamento que ele recebeu a vida toda. Aí quando vem um cara que defende isso é candidato, ele vai votar nesse cara mesmo."

    leia a entrevista com Ferréz Escritor​ >>  
    Entrevista Ferrez, escritor brasileiro: “Até hoje eu não sei o que é pior: a igreja ou a droga” | Cultura | EL PAÍS Brasil:

    Drone War Exposed: Jeremy Scahill on U.S. Kill Program's Secrets & the Whistleblower Who Leaked Them

     


    One of the most secretive military campaigns in U.S. history is under the microscope like never before. In a major exposébased on leaked government documents, The Intercept has published the most in-depth look at the U.S. drone assassination program to date. "The Drone Papers" exposed the inner workings of how the drone war is waged, from how targets are identified to who decides to kill. They reveal a number of flaws, including that strikes have resulted in large part from electronic communications data, or "signals intelligence," that officials acknowledge is unreliable. The documents also undermine government claims that the drone strikes have been precise. During one five-month period of an operation in Afghanistan, nine out of 10 casualties were not the intended target. And among other revelations, the documents also corroborate previous reports that all foreign males in a target zone have been treated as militants—unless they are proven innocent after death.

    Sean Naylor, who’s a great investigative journalist with deep ties in the military, in his new book that he wrote, he details this story of how they struck a target because he was taller than the other people around him, and they thought that he—that that meant that he was sort of an Arab or a foreign fighter. And it turned out that he was of average size and that the people around him were children.
    And they killed them all, with the exception of, I think, one survivor.

    read more
    Drone War Exposed: Jeremy Scahill on U.S. Kill Program's Secrets & the Whistleblower Who Leaked Them | Democracy Now!

    Via iris: A FAMILIA LERO-LERO (dir Alberto Pieralisi, c/ Walter D´Ávila, Brasil, 1953)

    ]
    https://www.facebook.com/ricky.goodwin.5/videos/10206445471230350/


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER