This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, setembro 26, 2015

    Com eventos todo fim de semana, carnaval carioca mostra que não tem fim

     


    Era desfile da Banda da Conceição, formada por moradores do morro homônimo, na bucólica Ilha de Paquetá. Já embarcados, os músicos (aqueles que tinham apenas estacionado seus instrumentos) se acomodaram no segundo andar e começaram a batucar, embalando com marchinhas a viagem de uma hora e dez minutos. “Se a canoa não virar, olê, olê, olá, eu chego lá”, cantaram, enquanto os passageiros enfeitavam os cabelos com flores, vestiam chapéus temáticos de esfinge e pirata, sopravam purpurina no ar e molhavam a boca com os primeiros goles de cerveja comprada de três ambulantes.

     

    2015 entra para a história do Rio como o ano em que o carnaval não terminou. E não é o do batuque das escolas de samba, cujas baterias chacoalham de janeiro a janeiro. Trata-se de um carnaval improvisado, quase como os de antigamente, movido por singelos cortejos de blocos, discretas rodas de samba nas praças, poéticas fanfarras e lúdicos bailes à fantasia. Manifestações despretensiosas que todos os fins de semana levam foliões de volta a blocos como Céu na Terra, Cordão do Prata Preta, Orquestra Voadora, Boi Tolo, Amigos da Onça, Minha Luz é de LED, Escravos da Mauá.

    leia a reportagem de Carolina Ribeiro
    Com eventos todo fim de semana, carnaval carioca mostra que não tem fim - Jornal O Globo


    fotos Fábio Seixo


     
     

    pela cochlea: Tell the Lions · tUnE-yArDs

    All I had to eat today were three Doritos.
    I'm so angry at your goody-two-shoes, punch you in the nose.
    We can pretend it's Christmas while we're locked here in this box,
    While my brother and all his friends whip out their tiny teenage cocks.
    If I scream they'll hear us so let's count along with clocks: tocks,
    Tocks, tocks, tocks.
    When will my heart swim in the blood back with other hearts that pass just like mine?

    Lista de propostas do PMDB




    (Curitiba, PR)
     
    para ver outras charges
    clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    quarta-feira, setembro 23, 2015

    Documentário acompanha fim de cativeiro de família em Manhattan


     Os irmãos Angulo em cena do documentário "The Wolfpack".

    "Ela fez amizade com os meninos e começou a filmá-los enquanto reproduziam cenas de seus filmes preferidos, como "Cães de Aluguel" e "Batman: o Cavaleiro das Trevas".

    Ela achou a criatividade dos irmãos incrível: eles usavam cartolina, caixas de cereais, tinta e até tapetes de ioga para criar figurinos e cenários elaborados.

    Seis meses depois, Moselle soube por que os irmãos adoravam tanto os filmes: eles tinham passado a maior parte de suas vidas fechados em um apartamento de quatro quartos no 16° andar de um conjunto habitacional no Lower East Side."


    leia maisna reportaem de Cara Buckley >> 
    Documentário acompanha fim de cativeiro de família em Manhattan - 04/07/2015 - Ilustrada - Folha de S.Paulo:

    Onde mora o perigo





    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    Via iris: SOME LIKE IT HOT (dir Billy Wilder rot Billy Wilder & IAL Diamond, EUA, 1959


    Repetidamente colocado como a melhor comédia cinematográfica de todos os tempos.
    Além do melhor final de filme de todos os tempos.

    Billy Wilder é um gênio.
    Embora ninguem seja perfeito.

    Baile do medo: os jovens da periferia são os nossos imigrantes


    "O Brasil tem seus mediterrâneos. Nossos imigrantes são aqueles meninos da periferia cujos rolezinhos não são tolerados na civilização do consumo. Aqueles adolescentes da favela impedidos de ir às praias cariocas pela polícia. Os bárbaros que amarramos em postes e linchamos. Os intoleráveis que desejamos eliminar.

    Também temos nossos Aylans. Christian Andrade, 13, era um deles. Ele morreu ao ser baleado numa operação policial na favela de Manguinhos. O garoto estava ajudando uma idosa a se proteger quando foi atingido.

    Christian também era inocente, mas o dito mundo civilizado não lamentou a tragédia. Ela permaneceu encoberta pela neblina que nos provoca não uma ilusão de ótica, e sim uma ilusão de ética. No baile do medo, dançamos ao ritmo da barbárie"

    mais no artigo de Marcelo Freixo​

    Baile do medo – Marcelo Freixo – Deputado Estadual PSOL

    Via Cochlea: Pixies - Where Is My Mind?


    With your feet on the air and your head on the ground
    Try this trick and spin it, yeah
    Your head will collapse
    But there's nothing in it
    And you'll ask yourself

    Where is my mind?


    Governo na maior seca



    (Curitiba, PR)
    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    PALAVRAS


    "“As reformas eleitoral e política são uma fraude, já que as resoluções obedecem exclusivamente aos interesses corporativos dos próprios deputados, preocupados com o próprio umbigo e não com os interesses da população. O financiamento de campanha era um ponto crucial da reforma, já que se transformou em campo aberto de corrupção, tanto por dinheiro público desviado quanto pelo uso do caixa dois. Mas os deputados mantiveram o financiamento empresarial. Empresa não é cidadão, não pode participar de eleição. Ninguém é poliana para acreditar que uma empresa doa dinheiro porque acredita nos valores do candidato ou do partido. Até porque as mais ricas doam para todos os candidatos. O ideal seria permitir apenas que pessoas físicas doassem e limitar mais os custos de campanha. Portugal adotou um sistema interessante. Lá, um candidato a deputado pode gastar no máximo 50 mil euros na campanha. Se ganhar, o Estado devolve metade do custo. Se gastar mais do que isso, a candidatura é impugnada. É o ideal porque uma campanha com recursos tão vultosos como no Brasil desequilibra a disputa e tira as condições de igualdade, fundamental para a nossa democracia”.

    - José Álvaro Moisés

    A poesia no desenho de Cássio Loredano

      rio-papel-lapis

     
    "Eis por que lança sobre ela o “olhar cobiçoso” contra a “baba viscosa dos especuladores”, esses que vez ou outra se insinuam na paisagem para enfear o outeiro, as casas casadas, uma velha torre cujo relógio não tem mais serventia. Irônico que sua empreitada tenha se iniciado em 2014, com um desenho da Rua do Ouvidor para o caderno Prosa, do jornal O Globo, e que o suplemento literário, depois de 20 anos, chegue agora ao fim."

    leia o texto de Rosane Pavam​ >> 
    A poesia no desenho de Cássio Loredano — CartaCapital

    domingo, setembro 20, 2015

    Via iris : I DON'T WANT TO SLEEP ALONE (Tsai Ming Liang , Malasia, 2006)


    A partir deste filme Tsi Ming Liang exacerba mais ainda seu cinema lento, de longuíssimas tomadas com câmera parada, num tempo hipnótico e pouquíssimos diálogos.
    Obs: a câmera é parada mas os personagens se movem, dentro de enquadramentos minuciosamente construídos e inusitados.
    Vide os cenários dentro de uma construção abandonada e alagada.

    O negocio é que quanto mais devagar mais belos e intensos tornam-se suas histórias. O item aqui que une os momentos é um colchão mulambento arrastado pelas ruas e forrando as tensões sexuais dos personagens. Como na fumaça que pesa sobe a cidade, fica difícil respirar.

    Dilma e os cães



    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER