This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, setembro 12, 2015

    Via iris: MUSEUM HOURS (dir Jem Cohen, Austria, 2013)


    Um tableux de Viena, do Museu de Artes Kunsthistorisches e da solidão humana .

    Para quem gosta de Arte, um espetáculo.
    E um intenso passeio pelas ruas vienenses.

    Injustiça o Brasil ser rebaixado



    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    sexta-feira, setembro 11, 2015

    O eterno amanhã do porto


     " Em frente à praça está o Museu do Amanhã, que deveria ter sido aberto em 1º de março, como presente para os 450 anos do Rio, mas que ficará fechado até um indefinido "fim deste ano".

    Na própria Mauá, a escassez de bancos, lixeiras e árvores, apontada pelos primeiros visitantes, também ficou para ser resolvida num futuro incerto, segundo Paes.

    Inaugurações deficientes têm sido um marco do "Porto Maravilha": o Museu de Arte do Rio, também colado à praça, apresentou rachaduras menos de um ano após ser aberto.

    Ainda antes, a Via Binário, uma das principais novas artérias, estreou sem sistema de drenagem e virou um rio na primeira chuva.

    O mais preocupante para a região, no entanto, é o pífio planejamento para sua ocupação. No discurso, a prefeitura pretende ampliar de 32 mil para 100 mil o número de moradores até 2021, mesclando edifícios comerciais, de serviços e habitacionais.

    Na prática, Paes deixou o mercado decidir que tipo de construções serão erguidas –como resultado, até o momento a grande maioria é de prédios corporativos, e os poucos residenciais são de luxo, prenúncio da gentrificação da área. "



    leia mais na coluna de Marco Aurélio Canonico >> 

    O eterno amanhã do porto: Inaugurações deficientes têm sido um marco do "Porto Maravilha":

    Depois da proibição do Uber, datilógrafos querem o fim do computador




    O argumento principal é que o computador é responsável por grandes crimes, pedofilia, golpes e sites de fãs de música sertaneja.

    leia mais
    Depois da proibição do Uber, datilógrafos querem o fim do computador | Sensacionalista: um jornal isento de verdade: Depois da proibição do Uber, datilógrafos querem o fim do computador

    pela cochlea: Try This At Home - Frank Turner

    Let's stop waiting around for someone to patronize us
    Let's hammer out a sound that speaks of where we've been
    Forget about the haircuts, the stupid skinny jeans
    The stampedes and the irony, the media fed scenes

    Because there's no such thing as rock stars
    There's just people who play music
    And some of them are just like us
    And some of them are dicks

    So quick, turn off your stereo
    Pick up that pen and paper
    Yeah, you could do much better
    Than some skinny half-arsed English country singer

    'Cause we write love songs in C, we do politics in G
    We sing songs about our friends in E minor
    So tear down the stars now and take up your guitars
    And come on, folks and try this at home

    Uber está em todas








    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,


    De Bob Fernandes

    Amigas, amigos:

    Lembram daqueles Revoltados de restaurante 5 estrelas que chamaram o Mantega de "ladrão", "palhaço" e "sem vergonha" há 4 meses? Eram os empresários João Locoselli e Marcelo Melsohn.
    Chamados à Justiça para confirmar ou não o que disseram, pediram perdão, como relata Mônica Bergamo.


    Um dos Revoltados, Marcelo, disse que agiu "irrefletidamente" e que o ex-ministro é "probo, honesto e digno".

    O outro, João, ao assinar o pedido de desculpas, afirmou não saber de nada que possa " desaboná-lo (a Mantega) em sua vida pública".


    Fim desse caso.


    Lições elementares e que, ampliadas, valem para outros personagens que estão além desse episódio.


    Lições que valem para presepeiros em geral, trolls, fakes, valentões orais e fascistas de qualquer latitude ou longitude.


    LEIA MAIS

    quinta-feira, setembro 10, 2015

    Via iris: I´L LSEE YOU IN MY DREAMS (dir Brett Haley, c/ Blythe Danner, EUA, 2015)

    Este é um trabalho para o...



    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Robert Reich: America’s economy is immoral

     

    The former secretary of labor on the decline in basic decency of our business leaders -- and what it means for us


     Robert Reich: America's economy is immoral

    "It is ironic that at a time the Republican presidential candidates and state legislators are furiously focusing on private morality – what people do in their bedrooms, contraception, abortion, gay marriage – we are experiencing a far more significant crisis in public morality.

    We’ve witnessed over the last two decades in the United States a steady decline in the willingness of people in leading positions in the private sector – on Wall Street and in large corporations especially – to maintain minimum standards of public morality. They seek the highest profits and highest compensation for themselves regardless of social consequences.

    CEOs of large corporations now earn 300 times the wages of average workers. Wall Street moguls take home hundreds of millions, or more. Both groups have rigged the economic game to their benefit while pushing downward the wages of average working people.

    By contrast, in the first three decades after World War II – partly because America went through that terrible war and, before that, the Great Depression – there was a sense in the business community and on Wall Street of some degree of accountability to the nation.

    It wasn’t talked about as social responsibility, because it was assumed to be a bedrock of how people with great economic power should behave"


    more in this article by Robert Reich​ >> 
    Robert Reich: America’s economy is immoral - Salon.com

    quarta-feira, setembro 09, 2015

    pela cochlea: Leo Gandelman & Leny Andrade: Sabe voce? (Vinicius e Carlos Lyra)

    Ai ai aylan



    - Let's start all over, cause something went terribly wrong!




    (Belo Horizonte, MG)
      
    para ver outras charges
     clique em marcadores:charges 

    Marcadores: ,

    Las mejores fotos de vida silvestre del año


      Foto: Thomas P. Peschak

    veja a galeria
    Las mejores fotos de vida silvestre del año - BBC Mundo: Las mejores fotos de vida silvestre del año

    Cade conclui que Uber favorece a concorrência e o consumidor


     Atualmente, há dois processos no Cade contrários ao aplicativo | FERNANDA CARVALHO/FOTOS PUBLICAS

    "O novo estudo, elaborado pelo economista-chefe do Cade, Luiz Alberto Esteves, destaca que, ao oferecer os serviços por meio de aplicativos, os novos prestadores têm conseguido contornar problemas que eram usados para justificar a necessidade da regulamentação - como a dificuldade que os passageiros teriam para comparar tarifas e saber quanto iriam pagar pelas corridas na ausência de normas sobre preços. 

    A auto-regulamentação imposta aos motoristas que fazem parte da rede desses prestadores também tem, de uma maneira geral, garantido credibilidade e padrões de segurança a esses novos serviços, no entendimento do Cade. “O Uber com certeza melhora as condições dos consumidores, isso é fato”, afirmou Esteves à reportagem. 

    O estudo do Cade também analisou a conveniência dos novos serviços do ponto de vista do equilíbrio urbano, uma vez que eles podem, por exemplo, representar um estímulo ao uso do serviço de transporte individual em detrimento do coletivo."

     leia mais
    Cade conclui que Uber favorece a concorrência e o consumidor | Tecnologia | Gazeta do Povo

    Via iris: SUNSET BOULEVARD (Billy Wilder, EUA, 1950)

    Para evitar mais queda de popularidade, Dilma chamará novos impostos de crowdfunding





    LEIA MAIS
    Para evitar mais queda de popularidade, Dilma chamará novos impostos de crowdfunding | Sensacionalista: um jornal isento de verdade

    O Pequeno Príncipe





    (Porto Alegre, RS)

    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Paes livra construtora do campo de golfe de taxa de R$ 1,8 mi


    O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), livrou a construtora do campo de golfe da Olimpíada do pagamento de uma taxa de R$ 1,8 milhão pela remoção de vegetação para execução da obra. 

    A decisão contrariou parecer do secretário municipal do Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz, que defendia a cobrança, assim como é feita em toda a cidade. 

    A taxa seria cobrada pela remoção de uma área de 61 mil metros quadrados de vegetação para a construção do campo de golfe. Lei municipal prevê o pagamento do valor para o corte de árvores em terrenos particulares. 

    O campo de golfe está sendo construído com recursos privados, da construtora Fiori Empreendimentos. Em contrapartida, ela recebeu benefícios urbanísticos para os prédios vizinhos ao local de competição, onde foram autorizado edifícios mais altos do que o permitido por lei

    O município, porém, não explicou por que a taxa não poderia ser paga com verba da obra reservada para "contingências", de R$ 5 milhões, ou pela diferença entre a estimativa real (R$ 58,3 milhões) e o custo oficial (R$ 60 milhões).  

    A construção do campo de golfe é polêmica desde a escolha do terreno em que ele será construído. Para viabilizar a construção, Paes teve de retirar 58,5 mil metros quadrados de um parque natural da região.

     leia mais
    Paes livra construtora do campo de golfe de taxa de R$ 1,8 mi | Pressfuse

    Barbárie na Síria e indiferença ocidental mataram Aylan



    "Se as políticas de contenção [da migração] desabam hoje é principalmente porque levaram à acumulação de uma enorme demanda migratória insatisfeita, sem se dar conta de que a única maneira de limitá-la era o aumento significativo da ajuda ao desenvolvimento nos países não-comunitários, a fim de estabilizar 'in situ' as populações." 

    ""Os receios suscitados por esse afluxo não são injustificados em sociedades minadas pelo desemprego de massa nas quais os sistemas sociais já estão submetidos a tensões importantes." 

    leia a coluna de Clovis Rossi >>

    Grizzly Bear - Central And Remote

    terça-feira, setembro 08, 2015

    Proibido



    GENIN
    (Itabira, MG)

    para ver outras charges 
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    One billionaire's dream to build a refugee utopia


     Syrian refugees on a dinghy approach, in rough seas, a beach on the island of Lesbos, Greece [REUTERS]

    "Greece or Italy sell me an island, I'll [declare] its independence and host the migrants and provide jobs for them building their new country," Sawiris tweeted . And this brave, new refugee republic would be named Ilan, the Egyptian tycoon later elaborated , in honour of Aylan Kurdi, the drowned Syrian child   whose haunting image shook the holder.

    The scheme, though extremely costly for the Egyptian billionaire, sounds impressively self-sufficient. Housing, educational and other infrastructure on the uninhabited island would be built, and presumably operated, by the refugees themselves, providing them with a shot at independence and dignity, rather than the marginalisation and unemployment that often greets those fleeing conflict.

    Sawiris' implied faith in the refugees' abilities, work ethic and potential for productivity is an implicit jab at Europe's anti-immigrant right, who regard refugees and migrants as lazy layabouts and a threat to their way of life. It would also help boost Europe's capacity to absorb refugees by providing it with a purpose-built refuge. "


    read more in the newstory by Khaled Diab
    One billionaire's dream to build a refugee utopia - Al Jazeera English

    Via iris: AND EVERYTHING IS GOING FINE (Dir Steven Soderbergh, EUA, 2010)


    Docu sobre o contador de histórias Spalding Grey, que transformou sua vida (e de outros) em fascinantes e torrenciais e dolorosos e hilariantes monólogos

    segunda-feira, setembro 07, 2015

    Denmark Places Anti-Refugee Ads in Lebanese Newspapers


     9-7-15 Denmark demonstration

    "“Denmark has decided to tighten the regulations concerning refugees in a number of areas,” read the ads, which ran in four newspapers in Lebanon in Arabic and English. The plain text flyer continued by informing readers that the Danish Parliament has just passed a regulation to reduce social benefits for newly arrived refugees by up to 50 percent. It then listed six other obstacles refugees would face, including a language requirement to obtain permanent residence and a waiting period of at least five years.

    In addition, the ad informs readers that “foreign nationals granted temporary protection in Denmark will not have the right to bring family members to Denmark during the first year.”


    read the article by Stav Ziv

    Denmark Places Anti-Refugee Ads in Lebanese Newspapers:

    Se o Grito do Ipiranga fosse hoje



    (Campinas, SP)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    10 years after Katrina: An evacuated family's new crisis, far from New Orleans




    Touching that people in Austria and Hungary overrode their governments and are accepting and aiding refugees.
    Hope these welcomes don´t end up like the story below


    10 years after Katrina: An evacuated family's new crisis, far from New Orleans | The Washington Post

    pela cochlea: Los Porongas - Nada Será Como Antes’ by Milton Nascimento / Ronaldo Bastos




    É uma parada!






    (Vila Velha, ES)
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Tom Zé - Nave Maria (1984)

    Fui lá ver a lista do Pitchfork com as 200 melhores canções dos anos 80
    e de cara me deparei com esta aqui

    Para cumprir cotas, canais pagos reprisam filmes até 61 vezes no ano



     

    Apesar da obrigatoriedade, a presença nacional em grifes como Telecine, HBO, Warner e Sony ainda é irrisória: menos de 5% da programação. E, para cumprir as cotas, os canais estão apelando para as reprises que tanto irritam os telespectadores.

    leia mais>>
    Notícias da TV | Para cumprir cotas, canais pagos reprisam filmes até 61 vezes no ano

    Via Iris: DOHEE-YA (A Garota à Porta) dir July Jung, Coreia, 2014)



    Quando uma mulher chefe de policia, baixinha mas assertiva, fragil-forte, chegou na aldeia de pescadores, fechada, estranhou que a menina na casa vizinha fosse tão arredia e estranha...

    Boas interpretações da dupla Donna Bae e Kim Sae Ron.

    domingo, setembro 06, 2015

    GAS




    (Jaú, SP)

    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    Conheça Dismaland, a Disneylândia anarquista de Banksy


     A Banksy piece depicting a woman attacked by seagulls is displayed at Banksy's biggest show to date, entitled 'Dismaland', during a press viewing in Western-super-Mare, Somerset, England, Thursday, Aug. 20, 2015. (Yui Mok/PA Wire via AP) UNITED KINGDOM OUT, NO SALES, NO ARCHIVE ORG XMIT: LON808LEGENDA DO JORNALQUASE DISNEYBanksy inaugura na Inglaterra parque temático subversivo com 58 obras de arte

    "Leva-se uns 40 minutos de fila só para conhecer o castelo da Cinderela, onde, num corredor com goteiras, uma TV velha de 14 polegadas transmite o clássico da bela e do príncipe encantado. Do lado de dentro, Cinderela está morta, com sua carruagem capotada e seis paparazzi registrando imagens da falecida. 

    Do lado de fora, um lago reproduz barcos de refugiados e uma patrulha, em alusão à crise imigratória da Europa.

    O lance é pilotar, com uma direção, a patrulha que persegue e atira nas embarcações de miseráveis.

    Um banco de mentira oferece empréstimos para crianças a juros de 5.000%"

    leia a reportagem de Leandro Colon >>


    Conheça Dismaland, a Disneylândia anarquista de Banksy - 30/08/2015 - Ilustrada - Folha de S.Paulo


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER