This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sexta-feira, julho 25, 2014

    Morre Ariano




    (Recife, PE) 
     
    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Barbara Heliodora fala sobre a obra-prima de Ariano Suassuna



    Ariano Suassuna, em abril deste ano Foto: Hans Von Manteuffel / Agência O Globo

    "A razão é o fato de não haver ninguém, por estes Brasis, que não reconheça e identifique sua brasilidade, que não se solidarize com as agruras de Chicó e João Grilo. E é preciso parar e pensar para que possamos nos dar conta da justeza, da economia, do cuidado e do requinte que puderam produzir esse texto que parece tão espontâneo, tão simples, tão ingênuo. Se o texto fala de bem e mal, de certo e errado, ele jamais se torna moralizante: a essência crítica vem muito do que se encontra na literatura de cordel, mas o pequeno Sacristão é sem dúvida o “bobo de Deus” medieval, em quem a verdade transparece na ingenuidade. E quem quiser, hoje, denunciar a corrupção entre os poderosos, deve montar o “Auto da Compadecida”, pois lá ela é exemplarmente apresentada."

    leia o texto de BARBARA HELIODORA
    AC2B: Barbara Heliodora fala sobre a obra-prima do escritor, morto nesta quarta-feira

    Gaza: Bienal da destruição

     
    "Muito se fala sobre as ditaduras do Oriente Médio. Porém, quando experiências democráticas produzem governos antipáticos a Israel, passa a prevalecer a tese da "guerra ao terrorismo", que justifica qualquer ação, até mesmo uma campanha consciente de destruição por completo de uma sociedade.

    Segundo a Anistia Internacional, o bloqueio não somente impede a maioria da população de Gaza de sair ou exportar mercadorias, como permite apenas a importação bastante restrita de itens básicos. Não por acaso, materiais como cimento, madeira, canos, vidro, barras de aço, alumínio e peças de reposição são extremamente raros ou indisponíveis. Mas a par de insumos para a construção civil, a lista de proibições israelenses barra produtos tão perigosos quanto grão-de-bico, chá, macarrão, geleia, biscoitos, molho de tomate, quebra-cabeça, lápis e canetinhas de colorir.

    A punição à desobediência eleitoral palestina não se limita à política de sufocar Gaza, que se tornou um campo de concentração a céu aberto. De dois em dois anos, Israel bombardeia, invade e destrói o máximo possível da faixa."






    por Aldo Cordeiro Sauda e Marcia Camargos
    leia mais:

    Bienal da destruição por Aldo Cordeiro Sauda e Marcia Camargos

    quinta-feira, julho 24, 2014

    Ariano Suassuna

    O caso da fotógrafa misteriosa

     A fascinante história da americana Vivian Maier, que chegou a viver na rua e foi reconhecida postumamente

      Enquanto isso, numa outra parte da cidade, uma velha senhora chamada Vivian Maier chegava ao fim de uma existência singular. Solteira, sem filhos, parentes próximos ou amigos chegados, vivia num pequeno apartamento alugado por três adultos de quem havia sido babá quando crianças. Ao longo dos últimos anos saíra de uma condição de relativo conforto para a absoluta pobreza; chegara a viver na rua, de onde suas ex-crianças a tiraram, e não conseguira sequer pagar o aluguel do depósito onde, por falta de residência própria, armazenava os seus pertences — essencialmente, recortes de jornais, antigas câmeras fotográficas, ampliações, filmes não revelados. E negativos: incontáveis negativos! Por causa da falta de pagamento, as caixas foram vendidas em 2007 para um antiquário que as dividiu e leiloou em pequenos lotes.

    leia a historia na coluna de CORA RONAI
    O caso da fotógrafa misteriosa - Jornal O Globo




    Ariano Suassuna: Dramaturgo, escritor e poeta popular

      
     "Genial. Quixotesco. Criativo. Conservador. Perfeccionista. É extensa a lista de palavras ligadas à vida e à obra de Ariano Suassuna, mas nenhuma se aplica melhor ao dramaturgo, escritor e poeta do que o adjetivo popular. Capaz de agradar de intelectuais a iletrados com seu jeito simples e comunicativo, que atraiu multidões ao longo de décadas para suas aulas-espetáculo, e com sua afiada produção em prosa e verso, o criador do Movimento Armorial, tido por muitos como um guerrilheiro cultural, dedicou a vida à arte e à fantasia. Até porque, costumava dizer, uma obra é universal na medida em que contém uma quantidade maior de sonho humano.

    "O riso a cavalo e o galope do sonho são as duas armas de que disponho para enfrentar a dura tarefa de viver", escreveu em "A Pedra do Reino".


    leia mais>

    Dramaturgo, escritor e poeta popular - Jorge Bastos Moreno: O Globo

    quarta-feira, julho 23, 2014

    Aéreo Neves



    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Suassuna: O homem e suas certezas




    "A autoironia era sua especialidade, como quando dizia que cobrava tantos reais para viajar para uma palestra e pagava o dobro para não sair de casa. Ou contava que, numa viagem de avião (que ele detestava), simulou um mal-estar. Diante da aeromoça que perguntava se ele estava sentindo falta de ar, teria dito: “Eu tô é com falta de terra, minha filha!”.

    leia o artigo de PAULO ROBERTO PIRES:

    O homem e suas certezas - Instituto Moreira Salles

    Direito de matar - Vladimir Safatle


    "Jake Tapper é jornalista da CNN norte-americana.
    Ao entrevistar uma representante da Autoridade Palestina, não lhe veio ideia melhor à cabeça do que acusar os palestinos que morrem atualmente em Gaza de serem possuídos por uma "cultura do
    martírio", expressa por eles pretensamente se deixarem matar enquanto suas cidades são devastadas.

    Sim, Jake, você deve ter razão, palestinos não passam de fanáticos irracionais, cuja única razão de existência é obrigar perversamente os ocidentais a saciarem seu estranho desejo de martírio."

    leia a coluna de Vladimir Safatle


    Direito de matar - 22/07/2014 - Vladimir Safatle - Colunistas - Folha de S.Paulo

    A coletiva do Dunga



    (Vitoria, ES)

    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Cidade em transe: a gentrificação do Rio


     Foto Rio de Janeiro atualmente

    O Rio, assim como outras cidades do país e do mundo, parece que trocou de roupa em poucos anos. Novos moradores chegam, o comércio e o tipo de moradia mudam e surge um novo perfil de morador no bairro. Nessa mudança, emergem novas relações urbanas: há quem prefira continuar no bairro e manter seu estilo de vida; outros percebem uma boa oportunidade para vender seus imóveis, que se valorizam rapidamente; e há também os que não conseguem acompanhar a alta dos preços e deixam o bairro. Essas novas relações econômicas e sociais, provocadas pela troca de população, refletem o fenômeno chamado gentrificação. Confira o especial do GLOBO:
    Cidade em transe - O Globo

    Heartrending Gaza: Reporter breaks into tears live on air

     

    11 Heartrending Gaza: Reporter breaks into tears live on air (VIDEO)

    The correspondent, who had just returned from Gaza’s Shejaia neighborhood – which came under heavy Israeli bombardment on Sunday, leaving dozens dead – began speaking about what he and his TV crew witnessed. He stated that his team saw a lot of bodies, adding that the crew was in a state of shock.

    However, as he was describing the “laying bodies,” he broke into tears. He tried to compose himself and continue, but subsequently walked off screen.

     watch it here
    Heartrending Gaza: Reporter breaks into tears live on air (VIDEO) - Israel Foreign Affairs News

    terça-feira, julho 22, 2014

    E depois da Copa...


    (Porto Alegre, RS)
     
    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Com filmes, exposições e internet, Biblioteca Parque Estadual atrai mil pessoas por dia



     Num ambiente em que os livros e a tecnologia digital convivem lado a lado, a Biblioteca Parque Estadual recebe um público diversificado, de crianças a doutorandos Foto: Gustavo Stephan / Agência O Globo

    "Folheando páginas repletas de histórias, Nilza redescobre o prazer da leitura. Cleiton passa a tarde imerso em sua pesquisa de doutorado. O morador de rua Douglas se debruça em livros nos quais projeta a esperança de construir um futuro diferente. Todos num mesmo lugar: a Biblioteca Parque Estadual. O espaço reabriu completamente transformado, após uma reforma, em 29 de março. E desde então, no coração do Rio, perto da Central do Brasil, de portas abertas para a Avenida Presidente Vargas, a Saara e o Campo de Santana, já recebeu 100 mil visitantes, ou cerca de mil pessoas por dia.

    — Fiquei deslumbrada. Vim, depois, para ver filmes e usar a internet, até que peguei na estante o primeiro livro, sobre o Teatro Municipal. Não parei mais — diz Nilza, que estudou até o 7º ano do Ensino Fundamental, mas que, agora, pretende voltar à escola. — Quero estudar para ler melhor — afirma ela."

    leia a reportagem de Rafael Galdo  e conheça a BPE


    Com filmes, exposições e internet, Biblioteca Parque Estadual atrai mil pessoas por dia - Jornal O Globo:

    pela cochlea: Fuse ODG & Wyclef Jean - Antenna

    A nova (velha) novela


    (Rio de Janeiro, RJ)
      
    para ver outras charges clique 
    em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    No rastro dos aluguéis salgados, o ocaso dos pés-sujos do Leblon


     



    "— Minha mulher foi criada na vizinhança do Bar Ferreira. Era praticamente a sala de estar da casa dela. Tinha seu charme de botequim, mas para esse tipo de negócio fica difícil quando o aluguel sobe. Quando o imóvel é próprio, o dono do bar até aguenta. Quando é alugado, nem sempre — diz De Lamare. — Acho que o fechamento desses comércios populares faz o bairro perder um pouco da alma"
    leia a matéria de Isabela Bastos >
    No rastro dos aluguéis salgados, o ocaso dos pés-sujos do Leblon - Jornal O Globo:

    foto Fábio Seixo

    Este é um país que vai pra frente


    (Joinville, SC)
     
    para ver outras charges clique em"marcadores: charges

    Marcadores: ,

    segunda-feira, julho 21, 2014

    Via IRIS: Ladri di Bicclette (Vittorio de Sica, Italia, 1948)

    Spoilers - Gregorio Duvivier

     gregorio duvivier
    "A morte dos outros é um spoiler. Parece te revelar algo que você não sabia, ou fingia não saber sobre você mesmo: você vai morrer. Olhe à sua volta. Todo o mundo vai morrer. A vida é pior que "Game of Thrones". Não sobra nem o anão. "

    leia a coluna de Gregorio Duvivier >
    Spoilers - 21/07/2014 - Gregorio Duvivier - Colunistas - Folha de S.Paulo:

    pela cochlea: No dia em que eu vim-me embora - Vânia Bastos e Caetano Veloso

    Um dia normal na geopolítica




    (Rio de Janeiro, RJ)

    para ver outras charges clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Cheiro de queimado no ar


    De RICARDO MELO:


    Um avião civil é fulminado a 10 mil metros de altura, matando centenas de inocentes. Israel volta a atacar Gaza sem piedade. No Iraque, os anos de intervenção americana resultaram na criação de um califado. Na ausência de lideranças convincentes, a primavera árabe desembocou no inverno de outra ditadura sanguinária no Egito. A direita avança na Europa.
    Com a economia mundial em pandarecos, guerras são sempre uma válvula de escape para lubrificar a engrenagem do capital, fazer a máquina girar. A extensão dos conflitos é imprevisível, principalmente quando a ONU mostra-se cada vez mais uma entidade decorativa. Mas que há um odor muito forte de queimado no ar, isto há.

    Ramadan in Gaza: life under missile-fire


     Israeli air attack on Gaza

    "These families have been caught in a tragic catch-22. Afraid to leave their homes when the Israeli warplanes do drop their bombs on Gaza's neighbourhoods, it is the women and children sheltering in the buildings where they instinctively feel safest who are dying.

    Israel has said it is training its missiles on Gaza's homes – a practice the United Nations Human Rights Office says may violate international law – because Hamas and other militants are hiding inside."

    read the story by Peter Beaumont >  
    Ramadan in Gaza: life under missile-fire | World news | The Guardian

    Aplaudir pôr do sol, abraçar... Veja o que surpreendeu os estrangeiros


     O chileno Richard, o americano Joe, a estoniana Elsa e o suíço Lukas Bärtschi (Foto: Arquivo pessoal)

    Turistas que vieram para a Copa listam o que acharam mais surpreendente. Pão de queijo, compras parceladas e falta de pontualidade foram citados.

    leia mais
    G1 - Aplaudir pôr do sol, abraçar... Veja o que surpreendeu os estrangeiros - notícias em Turismo e Viagem

    De volta à realidade (4)




    VELATI

    Marcadores: ,

    PM prende preventivamente cinco técnicos de futebol que pretendiam assumir a seleção

     
     PM prende preventivamente cinco técnicos de futebol que pretendiam assumir a seleção

    "Em novas ações preventivas, dezenas de policiais militares invadiram as residências de Joel Santana, Renato Gaúcho, Vanderley Luxemburgo, Leão e Lazaroni. Munidos de bombas de efeito antecipado, policiais confiscaram esquemas táticos defasados, quebraram pranchetas e salgaram suas terras. "Tudo indicava que esses elementos vandalizariam o futebol brasileiro", garantiu o porta-voz da polícia civil, Pai Xoxó."

    leia a noticia completa>
    PM prende preventivamente cinco técnicos de futebol que pretendiam assumir a seleção | The piauí Herald | Blogs [revista piauí] pra quem tem um clique a mais


    Falou-se muito em técnico estrangeiro para a equipe da CBF. Nunca achei provável. Um técnico estrangeiro, vindo de fora, ainda se de renome, não se ajustaria aos esquemas da Seleção. E não falo de esquemas táticos.

    pela cochlea: Brian Eno - Spaced

    domingo, julho 20, 2014

    De volta à realidade (3)

     
    (Curitiba, PR)
    quer ver outras charges?
    clique em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    As war returns to Gaza, it is the children who are frozen in fear |

      
    A family who fled to safety in an UNRWA school opened as a refuge in Jabaliya in Gaza.

    "As the days go on and the war intensifies, the spaces-that-are-not-war become subsumed. The conflict becomes omnipresent.

    I am in a street when a house explodes in front of me; I'm on the terrace of my hotel on Gaza's beachfront when two rockets are fired at the nearby harbour wall and four children are killed, the bleeding survivors making it to our sanctuary, where we perform first aid. Suddenly the damage seems ubiquitous. You turn a corner to find glass and rubble in the street, trees felled or the road cratered.

    Buildings fall in different ways. The bombs sheer off the front sometimes, as if with a knife, leaving the rooms inside exposed and furniture still sitting where it had been. Sometimes the bomb leaves nothing but a hole filled with lumps of concrete; at other times structures are concertinaed into asymmetric domes prickly with exposed steel reinforcing rods.

    The explosions rearrange and make incongruous what should be domestic and familiar. Clothes spill out on to the street, a toy plastic tiger lies on its side in the rubble and dust in a room where someone has died."


    read the story by Peter Beaumont >
    As war returns to Gaza, it is the children who are frozen in fear | World news | The Observer

    João Ubaldo Ribeiro, o Intelectual Kickboxer

    De volta à realidade (2)


    MIGUEL
    (Recife - PE) 
     
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    Parte dos militares de Israel desconhece alvo de seus ataques

     
    "Uma grande parte do processo que envolve um ataque aéreo de Israel é feita por militares que não sabem exatamente o que estão atingindo. 

    "A gente não sabe quem está atacando, só recebe uma pasta com ordens", afirma. 

    "Eu nunca atirei, porque não conseguiria fazer isso. Eu sabia que tinha uma pessoa ali embaixo e, para mim, isso era muito complicado", disse Ana à Folha

    Segundo ela, às vezes os envolvidos fazem uma celebração após o ataque. "

     leia reportagem de LEONARDO BLECHER

    Parte dos militares de Israel desconhece alvo de seus ataques - 20/07/2014 - Mundo - Folha de S.Paulo:
     



    De volta á realidade (1)


    (Rio de Janeiro, RJ)
     
    para ver outras charges clique 
    em marcadores:charges

    Marcadores: ,

    The Guardian view on the blots and the glories of this World Cup


     Brazil fans cheer before th

     "There is a paradox here. Fifa leaves Brazil as it was before it came: a bloated beast besieged by allegations of corruption and cronyism. But at its best its main "product" is an assertion of football's unifying pleasures. The last four weeks have been a reminder that there is more to football than the deadening domestic whirl of Super Sundays and transfer gossip.

    In particular, the way that football's governing body imposes itself on hosts, landing like a branded spaceship for the duration and then making off with the proceeds, leaving little behind. That lopsided relationship must be recalibrated. If Fifa is to bestow its showpiece on countries with a huge disparity between rich and poor, it must do more to allow a broader cross section of society to be part of the event they are paying for. As in South Africa four years ago, the crowds were largely white and well-to-do.

    The infrastructure improvements which are habitually promised as a Keynesian rationale for hosting major events lie unfinished. From highways in Natal to metro systems in Cuiabá, the half-built projects are witnesses to the discredited theory that spending billions on a sporting event is a sensible way to deliver much-needed public services. "


    read more>

    The Guardian view on the blots and the glories of this World Cup | Editorial | Comment is free | The Guardian


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER