This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, agosto 05, 2006





    SINOVALDO
    (Novo Hamburgo, RS)




    VIXE, COMO TEM ZÉ
    COMO TEM ZÉ NA PARAÍBA


    O Estado da Paraíba tem 15 parlamentares o representando no Congresso.
    13 estão envolvidos nas denúncias sobre o esquema dos sanguessugas.




    Finding Neverland - HBO sab05 21:00 e 24:00 qua09 21:00 e 24:00
    Danny the Dog - Telecine Estréia sab05 22:00 ter08 20:10 sex11 23:50
    Oldboy - Telecine Estréia sab05 23:50 seg21 01:50
    Cama de Gato - Brasil sab05 23:00 dom06 18:30 seg07 20:00


    A noite de sábado, quem estiver em casa (ou prefere gravar) promete a escolha entre dois bons filmes de carcaterísticas opostas.

    Neverland (EUA, 2004) é um filme de época com especial interesse para quem como eu cresceu se emocionando com a história de Peter Pan. O filme é o momento na vida do escritor J. M. Barrie quando se envolve com uma família de quatro crianças e uma mãe viuva e neles se inspira para criar uma peça de teatro com as aventuras de Pan. Direção de Marc Forster (Monsterïï?½½s Ball, agora fazendo o Caçador de Pipas) com Johnny Depp, Kate Winslet e Julie Christie.

    Danny (Ing, 2005), o popular Cão de Briga é um filme de ação & pancadaria de Louis Leterrier, com roteiro de Luc Besson para Jet Li, um homem criado para um cão (de briga) numa coleira que quando acionado o deixa num frenesi marcial. Vai parar nas mãos de Morgan Freeman, que através da música tenta o transformar novamente num ser humano e calmo. Apesar dessa sinopse central (ou até por ela) o filme é bom.

    Quem quiser continuar na violência pode emendar no mesmo canal com o espetacular Oldboy (Coréia, 2003), o segundo filme da trilogia da vingança de Chan-wook Park e talvez simplesmente o melhor filme exibido nos cinemas brasileiros no ano passado. Nosso herói passa 15 anos preso numa cela sem nenhuma explicação. Aí é solto. Ainda sem explicação. Pelsa semelhanças os programadores do Telecine mandaram bem ao inventarem essa dobradinha.

    Correndo por fora, para quem prefere os nacionais ou o risco, há Cama de Gato (Brasil, 2002), um filme do manifesto Trauma (versão brasileira do Dogma 95) Direção de Alexandre Stockler, com Caio Blat. Garotada sai pra zoar e acaba estuprando e matando uma adolescente. Nas tentativas de encobrir a cagada fazem mais merda ainda. A trilha é de bandas desconhecida encontradas pela internet.



    BODAS DE BOMBAS
    (transformando agua em sangue)


    Para quem não está ligando uma coisa à outra
    Qana
    onde ocorreu o bombardeamento de um abrigo de refugiados
    matando 37 crianças
    é mais conhecido entre nós como
    Canãa
    onde Jesus teria ido ao casamento de amigos
    e, num de seus primeiros milagres, transformado água em vinho.


    Atualização
    : neste bombardeio específico foram mortas 19 crianças e não 37 crianças.
    tem isso, né: a manipulação dos números para causar maior impacto.





    LAERTE

    "Striptiras"





    PALAVRAS

    Há uma conspiração geral para que afunilemos nossa sensibilidade e nossas aspirações. Bom é o "filme do Oscar", bonita é a modelo da hora, craque é o fulano de tal.

    Mas há livros reveladores que não são best-sellers, há cidades encantadoras que não são Nova York, há mulheres lindas de todas as cores e compleições físicas, há craques anônimos em todas as áreas de atuação.

    A vida, ao contrário do que dizia o cartaz, não acontece só no shopping center, o melhor futebol nem sempre está na Copa, o espetáculo do mundo não cabe no horário nobre da Globo. A globalização da mediocridade tende a tornar tudo muito chato, triste e previsível. O sucesso induzido, o gosto padronizado, tudo isso é bom para o grande capital, mas muito ruim para a liberdade.

    É preciso ser do contra, ter espírito de porco, fazer programa de índio em vez daquele que nos querem impor. A vida tem que ser mais que isso. A vida, alguém já disse, é o que acontece quando estamos distraídos fazendo outra coisa.


    - José Geraldo Couto
    "Fora do Funil"


    quinta-feira, agosto 03, 2006



    É ÉPOCA DE BLOGS

    Ampliando o que escrevi abaixo...
    alem da massificação dos blogs entre os usuários
    e a transformação na percepção do que seja um blog pela cultura geral
    a grande imprensa também descobriu os blogs.

    Nesta semana, por exemplo, no Brasil temos aí o Globo no seu caderno Megazine com a matéria de capa www.bloguerra.com
    (justamente sobre os blogs diretos do conflito no oriente médio - também tema de post meu ontem - vide abaixo)

    Diários da guerra - matéria do Megazine

    E a Época lançou materona de capa também com os blogs.

    Como eles estão mudando a nossa vida
    (trecho da materia da revista)

    No mesmo espaço da Época online, Inagaki, do Pensar Enlouquece, escolhe
    25 momentos da blogosfera brasileira

    E olha quem está na capa da revista:

    o Tabet, do Kibeloco!


    Atualização

    Contra o Consenso (como o nome diz) não gostou da matéria da Época

    O Biscoito Fino e a Massa gostou da matéria de Época mas diz que faltou blogs de mulheres
    (acompanha o post uma boa discussão nos comentários)

    Cocadaboa (um dos recomendados na matéria) aproveita a onda para lançar a promoção Ganhe um Blog Famoso numa Rifa (que já até patrocinador):
    Até pouco tempo atrás, ter um blog era um argumento para te zoarem nas reuniões de família e te tratarem de um jeito diferente no trabalho. Mas agora, ter um blog está ficando cool. Tem blogueiro ascendendo socialmente, sendo convidado para ser redator da TV Globo e, acreditem se quiser, tem até blogueiro pegando mulher! Só porque escreve em um blog!!!










    quarta-feira, agosto 02, 2006



    ANGELI
    (São Paulo, SP)



    ORA, BLOGS !

    Deixei de postar coisas neste blog em abril de 2005.
    Estou tentando retomar o blog0news em agosto de 2006.
    Neste inrervalo houve um fenômeno que foi a massificação dos blogs.

    Quando comecei o blog0news em 2002 os blogs eram uma coisa. Agora são outra. Para o bem e para o mal.
    Mais do que o conceito de blog o que mudou totalmente foram a percepção das pessoas sobre um blog.
    Me lembro quando propus aos Cassetas - de quem eu editava um site de humor - que fizessem um blog, desdenharam, dizendo "por que fariam isso se já estavam na mídia.". (Por falar nisso, confiram agora o Blog dos Cassetas).
    Me lembro de uma conversa com um jornalista famoso onde eu sugeria que ele, bem informado que era, deveria fazer um blog, e me disse: "por que vou ficar escrevendo para um grupo restrito de pessoas, quando no jornal escrevo para milhões de pessoas?"

    Começaram a desconfiar das coisas quando blogs internacionais começaram a cobrir de forma ágil e ao mesmo tempo profunda os acontecimentos do mundo, começando pela campanha presidencial nos EUA e se ampliando com a guerra no Iraque.
    Chegando agora a esta Copa do Mundo, onde a melhor cobertura - de longe - foi feita pela internet - que agora até transmite os jogos em si - com ênfase para as opiniões e sensações personalizadas - além de furos jornalísticos - revelados pelos blogs.

    Em 98, fui para a Copa fazer algo então insólito e pioneiro: realizar uma cobertura internáutica, enviando fatos, fotos & fofocas em "tempo real" e paralelamente criando piadas na bucha, em cima dos lances, direto da França. Mesmo para equipes tecnologizadas de países primeiro-mundo causava espanto aquele maluco carregando um monte de parafernália e sentando no meio de lugares insólitos para transmitir imediatamente para seu veículo na internet. Na Copa de 2004 virou-se o mais comum.
    (Ainda mais que, estando ruins os jogos, o interesse maior era realmente o entre-jogos, onde os blogs reinaram.)

    Vi um gráfico na Carta Capital citando o Technorati onde ocorre uma explosão exponencial dos blogs.
    De maio a outubro de 2004 dobrou o numero de blogs na internet, passando de 2 para 4 milhões.De outubro 2004 a abril de 2005 dobrou de novo - mas sendo a dobra um salto maior - de 4 para 8 milhões. Foi quando interrompei o blog0news e de repente de abril a outubro de 2005, nova dobra - mas um salto gigantesco - passando de 8 para 16 milhões. E em abril de 2006 já dobrava novamente, numa explosão que passa dos 32 milhões de blogs.
    Hoje quando retomo leio que são 47 milhões de blogs...

    Pesquisa da Technorati

    Por um lado é interessante pois são mais pessoas postando, mais pessoas lendo, mais pessoas trocando e informação circulando, maior democratização (claro que acompanhado de maior lixo, né).
    Por outro lado me preocupo pois os fenômenos quando crescem demais... esta própria matéria da Carta Capital, chamada "Mais do que um Diário", tem o seguinte subtítulio: Os blogs evoluem e tentam consolidar-se como meio de comunicação, além de opção para publicidade e empresas.
    Essas duas palavrinhas me gelam: publicidade e empresas.

    (Infelizmente, embora sendo uma matéria tratando da webesfera, ela não está disponibilizada no site da Carta Capital)

    A transformação do universo blogueiro pode ser personificado no Mr. Manson, o criador do Cocadaboa.
    Naquela época era um guerrilheiro que com seu humor cáustico e sua apreensão da internet como meio circulador de memes, principalmente noticias falsas que soavam como verdadeiras num mundo de falsidades,
    chocava grande parte das pessoas que com ele ou seus atos tomavam contato.
    Agora até o César Maia - outra personificação da transformação do conceito de blogueiro - César quer contratá-lo.
    Que já foi contratado por uma agência chamada apropriadamente Espalhe especializada em divulgação pela internet.

    Pois é, voltando à Carta Capital, vejam o olho que destacam na matéria: Agências já se especializam em contrarar vlogueiros dedicados a plantar elogios.

    Mesmo assim - de longe - o melhor lugar para perceber o que se passa no mundo são os blogs, que acompanham de perto.
    Por exemplo; não há "cobertura" melhor do conflito Israel-Líbano do que a leitura dos blogs
    sejam os propriamente jornalísticos (ou opinativos ligados à grande imprensa)
    ou os pessoais de quem está ali presente.

    (continua...)

    REPÓRTERES DE PIJAMAS

    (....continuando)

    Alguns dos blogs locais que venho acompanhando

    Manamania
    (de onde tirei a ilustração acima)
    uma mocinha escrevendo sobre o cotidiano da guerra em sua vila
    (e que cita até Ambrose Bierce: "As guerras são a maneira pela qual Deus ensina geografia aos americanos).

    Beirut Notes
    um libanes anti-hizbollah (e anti-Israel, é claro) e horrorizado com a guerra

    Live from an Israeli Bunker
    Agora ele já saiu e fugiu para o canada mas por um tempo era um relato sobre a vida num abrigo antiaéreo
    (interessante sua versão do massacre em Qana)

    Yaba yaba
    pacifisrta israelense reune fotos (de ambos os lados), artigos de imprensa, comentários e as junta às suas opiniões pessoais

    Beirut Spring
    Libanes que apóia o Hezbollah mas que está estabelecendo um bom diálogo com leitores ocidentais (e publicando estas contra-opiniões)

    Blogging the Middle East
    Boas análises sobre a cobertura tendenciosa da imprensa local e mundial (embora ele mesmo, um libanês, seja tendencioso)

    Thahrawïï?½½s Den
    Fotos da guerra e da vida cotidiana em Beirute tiradas por ele mesmo (junto com suas observações). Acaba de fugir para Amã.


    Para quem quer várias opções a partir de um único local, o Pajamas Media é uma central de blogs que estão relatando os acontecimentos no Oriente Médio.
    O nome é ótimo: estes blogueiros são realmente repórteres de pijamas.
    (A entrada mais recente enquanto escrevo este post é de um podcast direto de um abrigo no norte de Israel)

    (E lembrando do portal Electronic Intifada, que se denomina Palestine?s Weapon of Mass Instruction)





    FRANK
    (Joinville, SC)




    A SUA PISCINA ESTÁ CHEIA DE RATOS

    Diante da imensidão da podridão emanando dos esgotos infestados de sanguessugas
    respingando em cada vez mais congressistas
    (e desta vez com um número crescente de acusados, chegando aos tres dígitos de parlamentares
    embora o dedo médio deles continua em riste para o povo)

    bem, com as revelações da extensão dessa máfia mais recente nos holofotes
    fico pensando...
    esses corruptos acusados agora
    mas que na época ainda se ocultavam ilesos
    o que pensavam enquanto ruia o outro esquema, o dos mensalões
    no que pensavam enquanto votavam pela cassação ou não de colegas também corruptos?

    sabiam que o eram tanto quanto ou mais
    temiam desdobramentos que fossem chegando perto deles
    tranquilos, confiavam no manto da impunidade?

    e mais:
    o que estarão pensando agora,
    a respeito do atual reboliço sanguessúguico,
    os demais corruptos corroídos admirando o pântano do alto de seus tronos ainda intocados?




    Foi só eu finalmente me animar a retornar com este blog que descubro:

    a) Marcus Pessoa decretou-se um recesso e abandonou seu posto no Mirante

    b) Paulo Polzanoff (Jornalismo & Literatura) e Paula Foschia (Epinion) estão se mudando para New York.
    O primeiro viaja no piloto automática e a segunda fora do ar enquanto transmuta.







    BOAS-VINDAS AO EMBAIXADOR AMERICANO

    Mandou bem Elio Gaspari em sua coluna de hoje, a propósito da nomeação de novo representante do Império aqui no Brasil.
    EG sugere:

    O embaixador, o Itamaraty e os consulados americanos poderiam organizar um espetáculo para o cerimonial de entrega das suas credenciais ao "nosso guia". Num gesto de amizade, ele se submeteria ao ritual que seus serviços impõem aos brasileiros que desejam visitar os Estados Unidos.

    A sugestão continua no sentido de que a entrega de credenciais do embaixador ao presidente brasileiro siga os mesmos trâmites (ou seriam obstáculos?) percorridos pelos brasileiros que tentam conseguir visto para entrar nos EUA.
    Um processo prepotente, arrogante e irritante.
    Atendimento consular que...
    resulta de uma administração consular inepta e arrogante, que não faria a mesma coisa numa empresa privada ou com cidadãos
    americanos.


    Leia aqui a coluna na íntegra

    ilustração de Cavalcante









    terça-feira, agosto 01, 2006





    DALCIO MACHADO
    (Campinas, SP)



    Mr. Smith goes to Washington - Frank Capra (1939) - Cinemax Prime ter1 21:30 ter pra quar02 00:30


    Nesses tempos de escândalos pesados e corrupção da grossa
    para os quais nao vemos saída ou punição ou qualquer expectatva de que as coisas melhorem
    vamos ver um filme que fala da corrupção-arte, da corrupção-moleque,
    e sobretudo de um mundo onde os bons vencem e soluções são possíveis.

    É o mundo Capriano - de Frank Capra.
    Seu típico personagem simplório e inocente (sempre James Stewart) é alçado a uma cadeira no senado americano
    mas logo se mostra in-manipulável e se mete a promover reformas anti-ladroeiras.
    Armam um escândalo pra cima dele mas...

    Edulcorado para os padrões atuais, no seu lançamento foi criticado pelos americanos como sendo pró-comunista (!) por mostrar os bastidores da corrupção na américa
    (ao mesmo tempo, foi proibido em países fascistas pois no fim a democracia triunfava).
    (Ajudou muito nas críticas negativas por parte da imprensa o fato dos jornalistas serem retratados como beberrões coniventes).

    Numa votação do prestigiado American Film Institute, este ano, ficou em sexto lugar entre os Filmes Mais Inspiradores de Todos os Tempos.




    ps - o festival Capra prossegue no Max Prime com Meet John Doe dia 4 de agosto e Lost Horizon dia 8 de agosto.


    Neste fim de semana estive visitando meu amigo CHOCOREVE
    e peguei lá vários discos para ouvir

    um ao vivo de leonard cohen na suécia
    diversos van morisson e dois do fairport convention
    e também sandy denny (a vocalista do fairport)

    mas melhor mesmo foram as tranqueiras tipo
    bandas de surf music mexicanas
    ou a série de CDS da Quagmire (bandas punk de garagem de meados dos anos 60).

    segunda-feira, julho 31, 2006


    Cuba, Urgente:

    FIDEL PASSA MAL E CHAMA O RAUL !!







    QUINHO
    (Belo Horizonte, MG)


    disclaimer: peço desculpas aos que veneram a estrela de david ou atribuem ao símbolo significado pessoal,
    mas quem manchou de vermelho este azul nao fui eu nem o quinho





    River of no Return - dir Otto Preminger - Telecine Classico seg31 22:00 dom20 15:55
    800 Balas - dir Alex de la Iglesias - Telecine Clássico - seg31 pra ter01 01:45 qui03 8:15



    Não tive tamanha admiração pela canastrice de Marylin Monroe
    embora me interesse seu impacto sobre a libido americana dos anos 50
    e as circunstancias de sua morte (matada ou morrida?) envolvendo máfias e presidentes e comprimidos

    por outro lado gosto da canastrice de Robert Mitchum e sua visagem de pedra em filmes como Thunder Road, Night of the Hunter e Cape Fear.
    Ambos são as estrelas deste filme mas o que fica na memória é a fantasmagórica canção-título (as vozes repetindo no return no return assombraram minha infancia) e o rio sem volta propriamente dito, com suas corredeiras por majestosas montanhas canadenses.
    Romance e ação quentes enquanto um fugitivo da justiça, seu filho e uma cantora de saloon descem o rio neste clássico de Preminger (Laura, Anatomy of a Murder, Man with the Golden Gun, etc).

    Um detalhe das filmagens é que Preminger - filmando a contragosto, por obrigações contratuais - exigiu que os atores não usassem dubles, e Marylin - sex-symbol total na época - chegou a quebrar uma perna, além de beber muita água na cena das corredeiras.


    Alex é o diretor "marginal" espanhol de pérolas do terrir como Acción Mutante e El dia de la bestia.
    Este filme de 2002, embora mais comportado, é uma zorra engraçada sobre um grupo de atores fuleiros que encenam faorestes numa cidade fantasma cenográfica. Ao serem demitidos reagem em estilo guerrilheiro.






    Pela COCHLEA: Edu Lobo & Tamba Trio - Zambi




    IN MEMORIAM DO KAZAA

    A megacorporação Sony recebe por cada toque de celular comercializado com base nas músicas cujos direitos ela detém a quantia que varia entre um dólar e um-dolar-e-meio.

    O artista - ou os artistas - que criou/criaram essa obra - em cima da qual a Sony vende direitos de toques de celulares - recebem da Sony a quantia de 8.3 centavos por cada ringtone vendido.

    Um dólar tem 100 centavos. Um dólar e meio tem 150 centavos.

    Os autores das obras estão recebendo então de 8 a 5% do que é faturado pela Sony.
    Isto quando são pagos. Rolam nos EUA diversos processos contra a corporação por não-pagamentos ou pagamentos atrasados sobre os direitos de músicas convertidas em ringtones. Os processantes incluem nomes como Allman Brothers, Cheap Trick e até - entrando esta semana nos tribunais - o célebre Dr Elmo, autor do clássico "Vovó foi atropelada por uma rena".

    Creio portanto que a Sony - um dos próceres dessa RIAA que tanto persegue internautas que gostam de música - não esteja em condições de proferir sermões a respeito dos coitadinhos dos artistas que estariam sendo lesados pelas ações nocivas de quem baixa canções.

    AFOGANDO EM NÚMEROS (Herodes)

    Cerca de um terço das pessoas mortas no Líbano pelos ataques de Israel são crianças.

    (dados da ONU)

    atualização

    e isso foi antes deste bombardeio de campos de refugiados que estourou mais 37 crianças.

    domingo, julho 30, 2006





    JOÃO BOSCO
    (Belém, PA)



    NEI LIMA
    (Niterói, RJ)




    ALIEDO
    (Rio de Janeiro, RJ)





    A VOLTA DO FILHO DA VOLTA
    ou
    CRONICA DE UMA VOLTA ANUNCIADA

    Foi no vácuo da Copa do Mundo que decidi retomar o blog.
    Foram-se os jogos (ás vezes vários por dias), as notícias da alemanha, as fotos festivas
    o acompanhar dos acontecimentos em blogs, jornais, teves e tal.
    As bolas rolando & confrontos de paixões.

    Isso ajudava a passar os momentos e preencher a cabeça de tabelas distantes.
    Agora voltamos aos fatos.

    E tambem fui despedido oficialmente do Jornal do Brasil a partir de 1 de julho
    (embora ainda me devam salários, como sempre)
    o que em teoria abre-me o tempo
    para ficar pondos coisas em telas de computador
    e conversando com seres virtuais que porventura as cruzarem.

    Em teoria. Na prática, tenho mais o que fazer. Para repor a perda do JB devo é correr atrás de trabalhos, preparar e vender projetos, fazer coisas úteis para as finanças.
    A prática pode ser útil mas a teoria é muito mais legal.

    Portanto: blog0news rides again.
    Tem umas coisinhas aí que quero comentar com voces.
    Ando muito puto, ando muito alegre, ando muito revoltado, ando curtindo coisas que quero lhes mostrar
    e ás vezes nem ando, fico parado.
    Pensando.

    Matutando.
    Um dia matutei que sinto falta do blog0news.
    Outros dias fiquei pondo coisas em dia (pos-Copa, pos-JB, já escrevi isso, né)
    uns dias fiquei refazendo o template
    e hoje acordei com dores de cálculos renais
    (é a secura do inverno quente que me desidrata)
    e à minha mesa de frente pro mar escrevi isto que vou postar
    e quem sabe continuar postando outros escritos até um dia novamente deixar de fazê-lo.

    commenting and trackback have been added to this blog.


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER