This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, setembro 25, 2004



    LULA APÓIA BUSH !!

    Em sua recente viagem aos EUA, nosso presidente Lula ficou tão encantado com o progresso daquele país que decidiu se engajar ativamente na campanha pela re-eleição do seu novo companheiro, George W. Bush.






    Mors Elling - Eva Isaksen (Noruega, 2003) **
    Forbrydelser - Annette Olesen (Dinamarca, 2003) ***

    Dia de cinema escandinavo. Elling, o Filhinho da Mamãe é bobinho mas muito simpático. Como é soturna e sombria a vida desses noruegueses... Ana lembrou também dos ingleses do interior da ilhota... Se em Mallorca enlouquecem assim, imagine quando vem ao Brasil...

    Em suas Mãos. Quando à serviço de uma boa história, com um roteiro de impacto, as filmagens no estilo Dogma 95 são extremamente eficazes.
    Em seu minimalismo despem os filmes ao cerne e ao osso e nos concentramos no drama, nos planos das cameras e principalmente na interpretação dos atores.
    Este filme é um exemplo excelente.
    Embora no princípio pensei ser um ficção-científica, dado as diferenças de uma prisão dinamarquesa para as que conhecemos, logo a barra pesa mesmo naquele ambiente.
    Apresenta os personagens e suas questões sem tomar partido, sem pregar nada e sem pontificar postulações. Secamente.



    À MESTRA, COM CARINHO

    Atualizando a historia da professora e seu aluno, reicidentes em paixões:
    ela saiu da prisão, eles se re-encontraram, retomaram o namoro e nesta semana se casam.



    PALAVRAS

    O capitalismo venceu. Estamos, finalmente, em um sistema-mundo em que tudo é mercadoria, em que se produz loucamente para se consumir mais loucamente, e se consome loucamente para se produzir mais loucamente. Produz-se por dinheiro, especula-se por dinheiro, mata-se por dinheiro, corrompe-se por dinheiro, organiza-se toda a vida social por dinheiro, só se pensa em dinheiro. Cultua-se o dinheiro, o verdadeiro deus da nossa época – um deus indiferente aos homens, inimigo da arte, da cultura, da solidariedade, da ética, da vida do espírito, do amor. Um deus que se tornou imensamente mediocrizante e destrutivo. E que é insaciável: a acumulação de riqueza abstrata é, por definição, um processo sem limites.

    - César Benjamim
    "Atualidade de Marx"



    Acabaram de instalar Velox em Paquetá!
    Agora o blog0news ficará mais assíduo!
    E poderei visitar mais as pessoas virtuais,
    pois no discado aqui a 28kbps ficava dificil...

    sexta-feira, setembro 24, 2004




    Festival do Rio 2004. Minha opinião atual é a mesma que expressei aqui no ano passado.
    Leiam e pensem se não concordam.

    Prefiro ir comendo então as películas pela beirada.
    Mas nesta edição dois fatores me levam a aumentar o cardápio:
    descolei um passaporte, o que alivia no lado financeiro
    estou semi-desempregado, o que permite flexibilidade nos horários.

    A preferência total será pelos documentários. Estou mais querendo pensar sobre o nosso tempo. E docus geralmente são difíceis de se esbarrar depois. Então começo a elaborar a grade pela mostra Limites & Fronteiras.

    Seguir uma mostra é um bom caminho pra se emprenhar no cipoal de mais de 300 filmes. Dá margem à leituras comparativas e aprofundamento nos temas.
    A mostra de ficção-científica está excelente e seria uma recomendação.
    (Para mim não pois já vi todos, e muitos destes várias vezes).
    A de Sergio Leone idem.
    (E idem)

    O importante é descartar de cara os filmes que terão lançamento comercial certo.
    O Blog do Bonequinho relaciona alguns.
    (Acrescento à esta lista: Code 46 do Winterbottom e Vera Drake do Mike Leigh)
    Basicamente: tudo que passa no Roxy vai entrar.

    Depois de relancear sinopses e ler dicas e contra-dicas e lembrar de artigos sobre festivais e refazer tudo pelos filmes nao-liberados (e os re-liberados)
    estou com uma grade armada para os primeiro oito dias.
    (concentrando também nos seis estações porque cansei também de correr de cinemas a cinemas tentando pegar os horários)

    Portanto, se quiserem sugestões para a Maratona de Cinema deste ano
    leiam este arquivo.



    TEA FOR THE TILLERMAN

    para quem le ingles
    uma versão interessante sobre o banimento de Cat Stevens:
    Agora a América está Salva!



    PALAVRAS

    Os bancos brasileiros fazem os maiores lucros bancários do planeta, mas não têm competidor também em outro aspecto: pagam aqui os piores salários relativamente aos lucros. Não lhes basta a usura: praticam também a avareza.

    - Janio de Freitas
    "Disfunção Social"



    SONHOS

    No inicio dos anos 70 fomos, o pessoal do Pasquim, passar um fim de semana em Paquetá.
    Baden Powell estava junto. Ele estava compondo os Afro-Sambas e ao cair da tarde, à beira do mar, pegava o violão e nos mostrava as músicas.

    Eu e Maciel tomamos uns ácidos e mergulhamos nas águas então transparentes da Baía. Eu deslizava sob a superfície maravilhado com a translucitude.

    Sentados numas pedras Maciel me perguntou: - Como era o Casal Rosenberg pessoalmente?
    Respondi: - Como é que se descreve uma pessoa? Por exemplo, como você diria que você é? Daqui a anos, vão me perguntar "você que conheceu Luis Carlos Maciel, como ele era pessoalmente?"... e o que eu vou poder responder?

    quinta-feira, setembro 23, 2004



    TCHURU TCHURÁ! TCHURU TCHURÁ!
    OH DATEMI UN MARTELO!


    Agora que aprendeu a manejar um martelo Lula se entusiasmou e não larga mais a ferramenta. Encomendou um martelinho mais leve que carrega consigo a todos os lugares, para desespero de quem estiver do seu lado!

    OH BABY BABY IT´S A WILD WORLD

    Now I've been happy lately, thinking about the good things to come
    And I believe it could be, something good has begun

    Oh I've been smiling lately, dreaming about the world as one
    And I believe it could be, some day it's going to come

    Cause out on the edge of darkness, there rides a peace train
    Oh peace train take this country, come take me home again

    Now I've been smiling lately, thinking about the good things to come
    And I believe it could be, something good has begun

    Oh peace train sounding louder
    Glide on the peace train
    Come on now peace train
    Yes, peace train holy roller

    Everyone jump upon the peace train
    Come on now peace train

    Get your bags together, go bring your good friends too
    Cause it's getting nearer, it soon will be with you

    Now come and join the living, it's not so far from you
    And it's getting nearer, soon it will all be true

    Now I've been crying lately, thinking about the world as it is
    Why must we go on hating, why can't we live in bliss

    Cause out on the edge of darkness, there rides a peace train
    Oh peace train take this country, come take me home again


    - Cat Stevens
    ou Yussuf Islam

    que nao pode descer do avião,
    proibido de por os pés nos EUA




    NOTICIAS COMUNITARIAS

    blog0news tenta daqui mandar uma força para nossa querida leitora li stoducto,
    que está com a mãe na UTI...
    torcemos para que ela melhore, se isto for o melhor!

    li e suas palavras tortas estão inclusive de casa nova,
    no mesmo bairro que o blog0news, o blogspot.
    foi lá que descobri que Narjara Turetta é candidata a vereadora!!

    lá também há um post de pérolas jurídicas com achados como
    O contestante nega ser o pai da criança, pois não chegou a 'cometer' a mãe do investigante. Mesmo tendo sido uma noite de orgias, com vários participantes, o investigado limitou-se a uma única cópula, com outra pessoa da roda, após o que ficou com o tiche murcho.



    IGREJA-ESTADO

    Um prenuncio do que podera vir a ser o Imperio Americano com mais quatro anos de Bush e seus neo-cons fanáticos no poder:
    o Heritage Institute, agremiação de extrema-direita e de grande prestígio na Amerika, propõe que sejam instituídas planos de saúde exclusivamente para cristãos.

    Propostas semelhantes vem adquirindo força entre o povo conservador:
    um sistema de previdência social exclusivo para cristãos
    ou
    a construção de alas especiais nos presídios somente para cristãos
    (sim, cristãos também cometem crimes
    mas pelo visto Deus logo os perdoa).



    Pois é, será que vamos virar um EUA também aqui?
    Leiam o post abaixo...

    PALAVRAS

    Eu nem gosto de comentar essas coisas, mas vocês deviam saber: este rapaz defende a legalização da maconha e o casamento de pessoas do mesmo sexo. E isso não é coisa de cristão.

    - Garotinho, atacando Lindbergh Farias
    em comicio em Nova Iguaçu


    Eu queria pedir que vocês orassem para ele não vencer a eleição.

    - idem


    Vamos orar pelos nossos inimigos. Porque este homem não conhece Jesus. Este homem não tem consciência de que todos aqueles que estão indo contra os planos de Deus, Deus fará a sua destruição. Senhor, converta este homem. Porque temos amor primeiramente.

    - Cris Duran,
    no mesmo local

    quarta-feira, setembro 22, 2004

    COMO PEDREIRO LULA É UM BOM EX-METALÚRGICO

    Em mais um esforço para alavancar a campanha de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo, o presidente Lula, acompanhado de seu séquito de puxa-sacos, participou de um mutirão de construção de casas populares na periferia desta grande metrópole, onde pode demonstrar todo o seu desconhecimento dos principios basicos de uma obra.



    foto de Eduardo Knapp




    COMENTARIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS

    A idéia é essa mesmo. Como o festival (cada vez com menos dinheiro na organização e cada vez mais dispensável) seria considerado um "sucesso" sem filas intermináveis, sem confusão? Qualquer problema, justifica-se com "todo ano é assim" ou "é o jeito carioca".

    É marketing vagabundo as custas de uns poucos que ainda adoram cinema e de uma maioria que corre para qualquer evento como insetos correm para a luz.

    Tõ fora.




    Refere-se a este post



    Via IRIS : The Village (M.Night Shyamalan, 2004)

    Nos contos de fadas as florestas eram cenãrio constante
    mais do que lugar uma presença palpável cercando e cerceando as aldeias e os aldeões.
    O desconhecido = o perigo.
    Pela floresta afora seguia também o caminho que levava a mudanças e à perda de mao de obra para locais porventura mais interessantes.

    Os caminhos eram desertos e sempre havia um lobo mau por perto.

    Isto tornou-se atávico em nós que descendemos dos personagens destes contos ou das lendas indigenas ou dos cantos africanos nas clareiras das selvas.

    É nessa região geográfica e da mente e neste rincão do medo e dentro desta sociologia dos mores que está localizada o Vilarejo do Shyamalan.
    O maior mérito do diretor é recriar e construir com solidez este clima e criar e construir meticulosamente um universo tempo-passado-fora-do-tempo desta vila que seja coerente em todos os detalhes de produçao.
    Assim o filme é mais um ficçao-científica (nos moldes classicos, desdes que discutem mais o espaço interno dos homens do que o externo das galáxias) do que um terror.

    Shyamalan detonou uma carreira de expectativas com O Sexto Sentido e Unbroken (um dos melhores - senao o melhor - sobre heroi de historia em quadrinhos). E jogou isto fora ao embarcar com Mel Gibson no péssimo Sinais .
    Por isto entrei no perimetro desta Vila com apreensáo.
    Mas, morando lá, percebi que o filme é excelente.

    A parte técnica é elegante, com uma fotografia classuda, uma edição rigorosa que muito ajuda ao nos trazer este universo. Uma historia sutil como na cena em que o par romantico finalmente aproxima os rostos para o beijo mas a cämera se afasta e mostra a cadeira de balanço sozinha na varanda.

    Há quem leia no filme toques sobre o uso do medo por nossos Imperadores atuais para manipular seus suditos. E há quem desmereça o filme por considerar apenas a historia da superficie e dizer que sacou muito antes o que realmente acontecia na Vila. Nada disto importa. O filme é bom, além da história e sem a ajuda de monstros como Bush.





    BUSH X KERRY

    A manipulação das eleições no Imperio começou antes da votação, é claro.
    Pesquisas encomendadas dão dianteira expressiva de 12 a 13 pontos para Bush e sao essas as amplamente alardeadas na midia (inclusive a brasileira).
    As pesquisas realizadas por instituições mais "sérias" continuam dando empate técnico entre os candidatos.

    Além disto, perscrutando as entrelinhas dos métodos destas pesquisas pode-se notar alguns detalhes interessantes.
    O universo pesquisado são os dos "registered voters", ou seja, quem já tenha votado alguma vez. Não leva em consideração portanto que possa haver um grande numero de pessoas (jovens ou nao) que de saco cheio ou revoltados com o Imperador resolvam ir votar pela primeira vez na vida (nos EUA não é obrigatório).

    Outra: as pesquisas são feitas por telefone. Utiliza-se o numero constante nas fichas dos eleitores. Nao sei porque (economia?) não são feitas ligações para quem deixou como numero um celular. (E a tendencia de ter como aparelho principal um celular é maior entre os mais-novos e nao-conservadores)

    Mesmo assim quem torce pelo Kerry ou anseia por uma derrota do Bush tem com o que se preocupar. Kerry é um ser muito chocho pra essa briga de cachorro grande. A equipe do Bush tem um ataque forte, o juiz é ladrão e rouba a seu favor, mas sua defesa é uma peneira. E mesmo assim o time de Kerry atua na retranca.

    E se aqui é assim, imagine nos EUA: quem dá "a cara" realmente às campanhas são os marqueteiros. E lá, reforçados por uma nova profissão que são os estrategistas eleitorais. Quem comanda a campanha do Kerry é o mesmo que comandou a desastrosa campanha do democrata Dukakis (88, contra Bush Pai). Junto com ele está um estrategista que vem de perder sete eleições seguidas!



    terça-feira, setembro 21, 2004


    Ilustrando com numeros o post abaixo:
    Luke pegou uma senha para a fila de compra de ingressos antecipados no Festival do Rio (de Cinema).
    Foi o felizardo detentor do numero 471 !
    Até a hora do almoço tinham sido atendidas 30 pessoas.
    Quando voltou ao local (ao único local para venda de ingressos para 25 cinemas e mais de 300 filmes), depois do trabalho, cerca de oito horas da noite, o atendimento estava no 162.



    Nesse caminhar ele poderá comprar ingressos antecipados para filmes já exibidos! Legal!

    (mais detalhes em lukeboss )



    os meus sonhos foram vendidos tao baratos que nem acredito




    Será que todo ano agora será assim?
    Mais do que na edição passada o "dia da venda antecipada" de ingressos para o Festival do Rio foi um caos, uma maratona exaustiva, uma corrida de obstáculos, a ser percorrida apenas pelos cinéfilos desocupados que podem passar um dia inteiro (e muitos estão lá passando uma dia e uma noite) atrás das indulgências que lhe permitem entrar nas sessoes do reino dos céus.

    Já se sabe que seria assim e entretanto repetiu-se a zona de desorganização e desinformação. Se o Festival cresceu a esse ponto de atrair milhares de pessoas nao pode continuar concentrando vendas num único ponto. Ainda mais com as possibilidades de redes existentes hoje.

    Ah, mas essa rede existe e se chama Ingressopontocom?
    Sim, mas a um custo de tres reais a mais por ingresso, o que para um festivalfilo - que pretender comprar uma caralhada de ingressos - é um bom acréscimo na sua verba de cinema.

    O próprio grupo do festival deveria embutir nos custos do projeto a possibilidade da compra antecipada virtual de casa ou de vários pontos sem custo adicional evitando as horas e horas de tensao e esfalfamento (inclusive para funcionarios do evento).
    Ou será que acham que o tumulto traz um certo charme?

    segunda-feira, setembro 20, 2004

    D´APRÉS BRESLAN

    Continuo assombrado pelas imagens da matança de crianças e professores e terroristas na escola do cáucaso. Penso nessas coisas...

    1. o terrorismo, em suas diversas formas de manifestação pelo mundo, cruzou uma fronteira para dentro da brutalidade e da insensatez. Escorregando abismo abaixo junto com nossas civilizações de brutalidade & insensatez. Nos embrutecemos & perdemos os sentidos.

    Por décadas os grupos e atos terroristas tinham como objetivos - além das demandas imediatas - angariar simpatias para suas causas. Ou se apegavam a ideologias robinhudianas de focar os ataques sobre os opressores. Agora a violencia é indiscriminada - aliás, chega agora a ser deliberadamente dirigida contra inocentes pois sabem que isto dá mídia.

    No Iraque radicais da resistência degolam motoristas nepaleses, ze-povo como eles, sequestrados e forçados para irem ao deserto trabalhar para as grandes empresas. O que tem o Nepal ou os nepaleses a ver com os invasores infieis?

    Os líderes terroristas em Beslan nao fizeram esforços para serem simpáticos. Pelo contrário, sendo ou estando eles tambem embrutecidos, fizeram questão de sacaneá-los. Não há síndrome de estocolmo que resista.
    Os líderes. Alguns terroristas menores fizeram contatos de empatia com os sequestrados, as viuvas tentando explicar como tinham perdido toda a sua familia, as mulheres que foram vendidas aos grupos de terror pelos senhores feudais de suas aldeias...

    Até que um dos líderes atirou em uma sequestradora por estar conversando com o inimigo. Com as crianças da escola invadida.


    2. Nossos sentimentos só se envolvem com aquilo que é espetáculo mediático. Todos choraram pelas crianças agredidas e se emocionaram com as imagens de madonnas pranteando seus anjinhos defuntos.
    42 mil crianças chechenas já foram mortas nos últimos tempos pelos invasores russos.
    Muitas delas em circunstancias extremamente atrozes.
    Nem ouvimos falar delas, não reagimos às suas imagens, ninguem as pranteou

    e aí o mundo se assusta com seres que foram sendo lapidados por essas matanças até se tornarem brutos, lâminas brutas e cegas.


    3. Os extremos se alimentam. Os bandidos interessam aos caubóis. Se não houvessem tantos ladrões de gado os vigias do curral seriam dispensados. Bush cria forças com a força (real ou atribuida) do terror. Os cordeirinhos berram lobo-lobo. Como no conto de carochas de Shyalaman em A Vila.
    Putin potencializa o pandemonio para seu proveito e apanha mais poderes.
    O endurecimento de uma linha já dura gerará reações mais aguerridas
    que por sua vez lubrificarão as mãos de ferro.


    4. O extremismo fanático de radicais islâmicos tem cometido exageros tais que fortalecem ironicamente os árabes moderados
    que, diante dos excessos dos ocidentais, andavam apagados.

    Se os lideres ocidentais fossem esclarecidos buscariam alianças e apoiariam os árabes moderados como forma de conter a radicalidade fanática do inimigo e o avanço de suas propostas de destruição.
    Mas são obtusos e não conseguem distinguir essas sutilezas.

    Aliás, vivemos num mundo obtuso e bruto onde estraçalharam as sutilezas.


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER