This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, março 22, 2003




    A cidade de Bagdá sendo "liberada"


    UM OLHO NA TV, OUTRO NA INTERNET

    Os fabricantes de informações do Império estão fazendo de tudo para fazer esta guerra parecer um passeio de tropas invasores Iraque adentro
    "em tres ou quatro dias estaremos em Bagdá"
    "a guerra levará uma semana"

    parece até que o Império já vence a guerra de goleada
    e suas tropas avançam impavidos rumo à vitória.

    Pena que esqueceram de combinar isso com a realidade.

    Lembra antes da guerra, a propaganda que nos venderam?
    Sobre os xiitas que detestavam os sunitas e o regime de Saddam
    e que as tropas americanas seriam recebidos no sul do Iraque com festas nas ruas como os grandes e bondosos libertadores?

    E que as tropas que guarnecem o deserto eram fracos e se renderiam em massa?

    O que está acontecendo na realidade é que os invasores estão enfrentando uma resistência muito acima do esperado. Conseguiram dominar os portos com dificuldade e mesmo o de Qasr, onde fincaram a bandeira gritando vitória, não está totalmente dominada, com bolsoes de resistencia.

    Preferiram dar a volta em Basra, que inicialmente seria tranquilo, mas subindo o Eufrates toparam com iraquianos em Nassiriya, e não conseguem passar.

    Se essas tropas do sul, notoriamente os mais fracos e desprovidos de armamentos, estão oferecendo resistência, o que dirá do resto?

    Enquanto isso, o norte do país já virou uma merda, com os americanos e turcos brigando entre si - os americanos acharam que conseguiriam impedir que os turcos invadisssem o Curdistão e apavorassem os curdos, que também, na propaganda, receberiam os americanos de braços abertos?

    Portanto, não acreditam nas imagens repetidas e repetidas dos cnns da vida. Procurem se informar nos blogs e na imprensa alternativa que estão realmente cobrindo essa guerra.

    sexta-feira, março 21, 2003


    THE DAY AFTER

    Bem, amanhã veremos as imagens por tras dos planos gerais exibidos na TV, não o espetáculo grandioso-chocante das luzes mas os predios desmoronados, as paredes incendiadas, e os danos aos civis...

    Ou não veremos. Apesar do oba-oba dos generais, esta é uma guerra censurada.

    Mas até os militares se preparem para os danos colaterais das imagens de matanças. Um milico do Pentágono chegou a dizer hoje que haverã sim a morte de alguns civis porque as baterias anti-aéreas iraquianas estavam atirando a esmo e muitos fragmentos caiam sobre casas. (!!!!)


    WAR, LIES & VIDEOTAPE

    Mais chocante do que as imagens do bombardeio são as imagens mostradas em seguida pelos canais da guerra, numa edição esperta de uma coletiva dos donos do bombardeio.

    De um lado da tela, Rumsfield falando de palavras como humanitário, liberação, compaixão,
    e de outro lado , o replay das explosões com as pessoas de Bagdá sendo bombardeadas.

    Postado por Ana Lúcia Pinta



    APOCALYPSE NOW LIVE

    Estou pasmo! PASMO!!

    Bagdá está sendo bombardeada massivamente diante de nossos olhos.
    Se o objetivo dessa operação, como diz o seu nome, é Shock & Awe,
    posso dizer que fui atingido em cheio.
    Estou chocado!
    I am in awe!

    Parece que fui transportado por um Matadouro 5 para Dresden, 1945.
    E é horrível. A batucada das bombas bate em explosões de vermelho, amarelo e roxo e fumaça azul. Estrelas anti-aéreas riscam o céu azul escuro e as chamas lambem.


    Dizem que é a noite do Dia A .
    Para mim é A de Assassinato em massa.


    Se você já sabe
    Quem vendeu
    Aquela bomba pro Iraque
    Desembuche
    Eu desconfio que foi o Bush
    Foi o Bush

    Onde haverá recurso
    Para dar um bom repuxo
    No companheiro Bush?
    Quem arranja um alicate
    Que acerte aquela fase
    Que corrija aquele fuso?

    Talvez um parafuso
    Que tá faltando nele
    Melhore aquele abuso
    Um chip que deslique
    Aquele terremoto.
    Aquela coqueluche.

    - TomZé



    A ARTE DA ENTREGA

    Ridícula a cena onde dois iraquianos numa estrada se entregam para soldados americanos. O soldado grita ordens tipo You! Come Here! Ou You! Kneel!! para os manes que não entendem porra nenhuma.

    Não tem ninguém nas unidades que saiba arranhar o árabe? Não foi distribuído um phrasebook?

    Tudo fica ainda mais ridículo quando - como eu - se desconfia que a cena foi montada.


    BOATARIA

    Bob Woodward, um jornalista sério, confirma a história de que o Império teria obtido a localização de Saddam, Uday & Qusay (filhos) num bunker na parte sul de Bagdá e por isso os bombardeios foram poucos e localizados, inicialmente, numa tentativa de cortar a guerra pela cabeça..

    Se um dos três foi atingido ou não, é outra história.
    O local foi arrasado mas pode ser que tenham conseguido sair ilesos.
    Pode ser que nem estivessem lá e tenha sido uma dica plantada.

    A discussão do dia tem sido o vídeo onde Saddam aparece tranqüilo, embora cansado, discutindo os bombardeios da madrugada. Um alemão especialista em Saddam e seus dubles afirma que no vídeo aparece o próprio, Uma amante de Saddam por anos, agora nos EUA, diz que não é o Saddam.

    Outra hipótese é o vídeo ter sido pré-gravado (no que acredito).

    Mas as informações vem e vão num campo inteiramente minado. Não se sabe o que é fato ou boato ou propaganda.

    Tem a história de que o temido (e terrível) Uday tenha sofrido hemorragia cerebral ao ser agredido por um soldado curdo. O soldado teria sido tão insultado e humilhado por Uday perante seus companheiros de tropa que avançou e cobriu Uday de porrada. Teria sido morto imediatamente, é claro.

    A própria teoria de que os EUA estariam amenizando os bombardeios inicialmente previstos enquanto negociam secretamente com elementos da guarda republicana
    que se entregariam enfraquecendo o governo do inimigo
    essa própria teoria tem sua cotrateoria na versão de que esses guardas estariam fingindo o interesse com o objetivo de confundir e de ganhar tempo na guerra.


    NAÇÕES PUNIDAS

    A ONU não desmoronou esta semana com a invasão de um país sem motivação legal e à revelia desta organização de paz mundial, sendo bombardeada pelo Império Americano.

    A ONU acabou quando concordou com cobrir o mural com Guernica, de Picasso, para não incomodar o secretário americano Collin Powell.


    ONU LAVA MAIS BRANCO ?

    Segundo a revista online In These Times
    os inspetores da ONU poderiam aproveitar que estão desocupados
    tendo que se retirar do Iraque
    para se dedicar à inspeção de armas químicas nos EUA.
    Teriam muito com o que se ocupar!!




    PENTEANDO MACACOS

    A invasão começou na quarta-feira à noite pela TV com duas webcams ligadas sobre Bagdá e dezenas de comentaristas em várias estações aguardando um bombardeio arrasador que não chegava.

    Uma duas horas depois, as primeiras explosões, todas longe das webcams, que mostrava ruas noturnas, esverdeadas, onde passavam devagar carros e alguns ônibus. Ouvia-se sirenes, gemidos tétricos, mas os carros continuavam passando pelas imagens das webcams e os comentaristas e analistas e jornalistas preenchiam a noite com um falatório de previsões na falta de notiícias.

    Na imagem de uma mesquita, amanhecia um céu azul.

    As multimilionárias CNN, Fox, BBC e outras siglas tinham seus batalhões a postos mas foi a pequena RTP quem capturou as primeiras imagens de guerra mesmo, com bombas ribombando em Bagdá.
    Foi um furo mundial sem deixar de ser uma transmissão lusitana: o jornalista, Carlos Fino, se agachava a cada vez que uma bomba explodia em Bagdá.

    Agora o bombardeio é constante e as câmeras mostram incêndios por toda a beira do Tigre e tropas avançam Iraque adentro, com repórteres tagarelas embutidos nos batalhões e os fatos são muitos para se acompanhar

    mas lembrarei sempre daquelas primeiras horas de suspense e apreensão e embromação da mídia televisiva.

    E dos breves e gratificantes instantes em que compartilhamos, sem querer, da intimidade com o poder
    nas imagens mais importantes e reveladores do início desta invasão:
    cortaram para Washington e o imperador estava nu.

    Recitava para si mesmo o texto que leria em breve, tentando socar algum conteúdo naquelas palavras, enquanto acólitos ajeitavam seus cabelos, já que ninguém consegue ajeitar a sua cabeça.

    Ele dava pulinhos, ele abria e fechava os punhos, tentando pegar os neurônios no tranco.

    E foi assim que a invasão começou.


    Em meados do ano passado, enquanto esta guerra estava sendo incubada, George W. Bush declarou que "devemos estar prontos para atacar em qualquer obscuro rincão do mundo". O Iraque é, portanto, um obscuro rincão do mundo. Acreditará Bush que a civilização nasceu no Texas e que seus compatriotas inventaram a Escritura? Nunca ouviu falar da biblioteca de Nínive, nem da Torre de Babel, nem dos Jardins Suspensos da Babilônia? Não ouviu nem um só dos contos das Mil e Uma Noites de Bagdá?
    - Eduardo Galeano


    quinta-feira, março 20, 2003


    QUERIDO DIÁRIO

    Não sabemos o que vai acontecer, Podemos morrer, e pode ser que a gente esteja vivendo os nossos últimos dias na vida. Espero que todo mundo que leia o meu diário lembre de mim e saiba que tem uma menina iraquiana que teve muitos sonhos na sua vida...
    - Thuraya El-Kaissi.
    17 anos, moradora de Bagdá.







    QUE COMECEM OS VIDEO-GAMES!

    A realidade prevalecerá na consciência da humanidade.


    Em 1898, o presidente William McKinley declarou que Deus havia dado a ordem de ficar com as Filipinas, para civilizar e trazer para o cristianismo seus habitantes. McKinley disse que falou com Deus enquanto caminhava, à meia-noite, pelos corredores da Casa Branca. Mais de um século depois, o presidente Bush garante que Deus está do seu lado na conquista do Iraque. A que horas e em que lugar recebeu a palavra divina? E por que Deus teria dado ordens tão contraditórias a Bush e ao papa em Roma?
    - Eduardo Galeano



    IS RAED REAL?

    Lembram que escrevi ontem à noite sobre um blog publicado direto de Bagdá, com impressões do que acontecia nas ruas...
    e depois, ao acessar mais o blog, comecei a desconfiar que era escrito como se fosse de Bagdá mas feito em outro local, talvez mais ocidental?

    Pois essa mesma desconfiança começa a varrer a Internet
    e uma grande discussão rola hoje sobre a veracidade de Salam Pax.

    Veja esta investigação feita por Paul Boutin


    Disseram que os iraquianos não teriam os culhões de incendiar seus próprios poços de petróleo
    mas é isso que está acontecendo
    poços do sul do Iraque foram incendiados numa tentativa de obstaculizar (!) o avanço das tropas americanas subindo do Kuwait.

    É aí que o bicho pega.
    A razao de ser desta guerra pode ser destruida pela propria guerra.


    QUEREM SABER COMO É UMA GUERRA?
    NÃO É ISSO QUE VOCES VÊEM NA TELEVISÃO.

    É ISSO AQUI:
    THE UNSEEN GULF WAR

    (Link captado do Nemo Nox)




    A GUERRA DA INFORMAÇÃO

    Eu acredito que a melhor cobertura desta invasão do Iraque será feita pela Internet.
    Com certeza, a mais isenta.

    O que a primeira guerra do golfo fez para o jornalismo a cabo - a partir de Peter Arnett da CNN nos telhados de Bagdá - esta guerra poderá fazer para o jornalismo online.

    Pedro Dória compilou uma lista interessante de links para acompanhar a guerra.

    Vou preparar também uma lista para os leitores do blog0news.
    Mas na ótima lista do Dória destaco o blog do jornalista Kevin Sites, um relato bem pessoal da guerra (com fotos & audio).




    A GUERRA DA INFORMAÇÃO

    E o Rumsfield agora tá putinho porque "vazaram informações" sobre a ofensiva para a imprensa.
    Eles tem mesmo que manter um controle severo sobre o fluxo de informações, porque quando o restinho de imprensa independente que sobrou começar a publicar as noticias das atrocidades que serão cometidos nessa invasão...


    A GUERRA DA INFORMAÇÃO

    E parece que o Império vai fazer de tudo para evitar que jornalistas independentes cubram essa guerra, apresentando informes alternativos à Visão Oficial.

    Tudo, no caso, é tudo mesmo: inclusive bombardear as posições de onde transmitem esses jornalistas.

    Leia aqui, por exemplo


    A invasão e a ocupação do Iraque começaram.
    Será que esquecemos o que é o mais importante ? A vida humana.
    Guerra não é liberação.
    Guerra é a mais sangrenta, não-democrática e violentamente repressiva das instituições humanas.
    Se isso é liberdade, o que nos restou em termos de opressão?



    quarta-feira, março 19, 2003


    E enquanto eu escrevia o post abaixo chegou a noticia de que Bush acaba de assinar a diretiva para o ataque ao Iraque.
    SEGUREM SEUS CHAPÉUS!!!


    Agradeço os links que foram publicados ontem e hoje para posts no blog0news.
    Vamos trocando informações sobre esta invasão que se aproxima, né ?
    É o que resta pra gente fazer a esta altura.

    Alguns desses links sairam no

    InternEtc
    No Espelho
    Para o post sobre os movimentos artísticos contra a guerra

    Carta Aberta
    para o post sobre a nossa própria guerra, bem aqui, nas esquinas

    Polis
    para o post sobre Art Spielgelman deixando o New Yorker

    O post sobre o jornalista que quer ir ao Iraque publicar um blog direto da guerra também foi um assunto popular, citado em vários blogs brasileiros, como pode ser visto no Toplinks.

    Mas mais interessante talvez que a visão de um jornalista no Iraque é o blog de uma pessoa que vive e mora em Bagdá:
    Where is Raed ?

    Leiam, é em ingles, um ingles arabesco, mas é interessante
    e foi outra dica do InternEtc da Cora, um blog desanimado, frustrado, mas que não desiste de postar contra a insanidade.

    E a tradução que fiz do mordaz artigo de Terry Jones, do Monty Python, virou circular de email pela internet afora...

    Update:Acessando frequentemente o blog Where is Raed (link acima) estou desfiando que, bem no estilo da Internet, isto não está sendo realmente escrito de Bagdá;
    Se não for, talvez seja mais (ou menos) interessante. Confiram.





    Você está cansado de ser um ditador bundão?
    Veja como mudar isto


    O Brasil tem um presidente impressionantemente popular, com muito apoio político. Há 40 anos o Brasil também teve um presidente popular, não no nível de Lula, mas um tipo sério, João Goulart. E ele foi derrubado por um golpe militar. No caso de Lula, não há rumores sobre um golpe militar. Por duas razões.

    Primeiramente, a população não toleraria isso. Mas também por outra razão: não é tão necessário. Lula pode ser controlado - este é o pressuposto - por mercados financeiros internacionais. O processo de liberalização financeira e privatização que foram impostos por programas neoliberais nos últimos 20 anos, principalmente nos últimos dez anos fez com que seja extremamente difícil para ele fazer qualquer tipo de programa de reformas.

    É por isto que Lula foi a Davos (no Fórum Econômico Mundial, onde Chomsky também esteve), além de Porto Alegre (Fórum Social Mundial). E ele foi aclamado por financistas internacionais. Porque eles sabem, ou pensam, que podem impedi-lo de fazer as reformas. Simplesmente por meio do controle dos mercados.




    ZONA DE GUERRA

    Para quem pretende acompanhar a guerra em português, uma boa leitura são os despachos de José Meireles Passos, enviado especial de O Globo, na fronteira Jordânia/Iraque.
    Hoje ele escreve sobre o carteiro informal que leva mensagens de Amã para Bagdã e sobre os fixers que em troca de grana quebram todos os galhos.


    A TV DIRETA VAI PRO CÉU

    Preocupa - muito - a concordata da Direct TV e sua possível absorção pela concorrente, Sky.
    Se isto acontecer toda a transmissão de tv paga por satélite estará sob um único guarda-chuva. O dono da nossa Sky é o conglomerado de Robert Murdoch, um dos magnatas mais ricos e reacionários do mundo, notório popularizador das mídias em detrimento da qualidade.

    Murdoch é dono, por exemplo, da Fox News.
    A Fox News conseguiu superar a CNN no imaginário americano por apoiar e incentivar abertamente o belicismo americano.
    O principal correspondente da Fox no Iraque é nada menos que Oliver North, mercenário corrupto envolvido em algumas das piores falcatruas internacionais dos anos 80/90, condenado inclusive no caso Irã-Contras.
    Nem jornalista o pilantra é.

    E - pasmem - o slogan da cobertura jornalística da Fox News nesta invasão é:
    GIVE WAR A CHANCE!

    Pois é, Lennon, imagine there's no future.


    CAIU NA REDE, É TERRORISTA

    Uma das ações principais dessa Operação Escudo da Liberdade (!)
    para evitar ataques terroristas em represália à invasão do Iraque
    está sendo um monitoramento intensivo da Internet
    pois, segundo dizem, "a internet é uma das armas mais utilizadas pelos terroristas".


    O APOIO QUE NÃO OUSA DIZER O NOME

    O interessante na última declaração de Collin Powneles não é que 45 países estão apoiando os EUA na invasão do Iraque, mas que
    15 deles preferem manter esse apoio no anonimato.

    Puxa, os governos desses paísesdevem achar que essa guerra vale a pena mesmo, não é ?


    E O OSCAR ?

    Criticado por suas posições políicas empedernidas
    e até por sua arquitetura genial mas desprovida de praticidade humana
    Oscar Niemeyer é um símbolo a ser admirado.

    Um camarada de 95 anos que continua com a disposição de encarar uma viagem de carro de dois dias para ir a Brasilia, o fim de mundo que ajudou a criar, para se encontrar com um presidente novo
    que continua trabalhando e criando - e em projetos belos
    e que chega a essa idade ainda acreditando no ser humano e num futuro possível.


    O planeta inteiro está a postos aguardando a invasão do Iraque.
    Ninguem sabe realmente o que vai acontecer. A apreensão é angustiante.
    Mas eu acho que não será hoje, apesar dos prazos.
    Creio que aguardarão a decisão da Turquia em permitir que tropas americanas também partam de lá.
    Isto faria total diferença na frente norte.

    BABY BOOM

    Os hospitais de Bagda estâo lotados de mulheres fazendo cesarianas , dando luz a bebes prematuros de ate sete meses , temendo que com o inicio da guerra não possam ter acesso aos hospitais . As cirurgias estâo sendo feitas sem anestesicos e não ha numero suficiente de incubadoras para todos os bebes

    Postado por Ana Lucia Pinta


    Adendo do Ricky: Os médicos também estão ficando direto nos hospitais, temendo que com o início da guerra não consigam sair de casa e chegar nos locais de atendimentos às centenas de feridos.
    Anestesia é algo que não existe no Iraque. A maioria de remédios também não.
    Estão numa lista de produtos proibidos pelo Governo Americano
    que alega poderem ser transformados quimicamente em armas de destruição em massa.
    A ausencia desses produtos é que está destruindo em massa.



    terça-feira, março 18, 2003


    Eles estão de volta!!
    Eles não querem esperar!!




    Arte de Luke Bosshard
    para Casseta & Planeta OnLine






    ALERTA PISTACHIO!

    Não percam o clip pauleira que Michael Moore fez para o System of a Down, com imagens das manifestações contra a invasão do Iraque!

    Aliás, Michael Moore detonou uma carta aberta ao Presidente Bush.
    No seu estilo peculiar desfila vários argumentos, como esse tipo pimenta no cu dos outros é refresco, ou seja, war is fun when you know you won´t die.

    Dos 535 membros do congresso americano, só UM tem fillho ou filha nas forças armadas. Bush, se você quiser realmente defender a América, por favor mande suas filhas gêmeas lá para o Kuwait agora mesmo para que vistam seus aparatos de guerra química. E vamos ver cada membro do Congresso com filhos em idade de servir também sacrificar a garotada por este esforço de guerra. Como? O que estão dizendo? Que não acham isso uma boa idéia? Pois é, adivinha só - nós também não achamos!

    Leia a carta no site do Michael Moore

    Tradução para o portugues no Gilfil






    UM NÃOZÃO

    Já que tem muita gente vindo aqui sobre os movimentos artísticos contra essa guerra, cito também o concerto realizado este fim de semana em Londres, organizado pelo mesmo pessoal do festival de Glastonbury.

    Entre as atrações Travis, Coldplay, Beth Orton, Faithless, Paul Weller (que fez um discurso esculachando o Blair) e Michael Moore.

    Arthur Dapieve teria orgasmos se estivesse lá para ver/ouvir Chris Martin do Coldplay e Ian McCulloch (ex-Echo & the Bunnymen) duetando Walk on the Wild Side do Lou Reed.


    URUBUS

    Foi no blog do figuraça abaixo inclusive que pesquei este dado:
    o Império esta reservando uma quantia de 1.5 bilhão de dólares que serão distribuídos para algumas mega-corporações que, em troca, reconstruirão a infra do Iraque apõs o mesmo ser destruído pelos EUA.

    Um bilhão e meio para empresas particulares.
    Que vão cuidar do, digamos, hardware físico de um futuro Iraque.
    Sabem quanto o Império está reservando para entidades que vão cuidar das pessoas apõs a guerra: 50 milhões de dólares.
    Comparem um dado com o outro.

    E acrescento: o bilhão e meio citado acima será dividido basicamente entre cinco corporações: Parsons, Berger, Bechtel, Fluor e Kellogg &Brown & Root. Todos financiadores massivos da campanha de Bush à presidente. Sendo que a última empresa é subsudiária da petrolífera Halliburton.
    Que vem a ser a empresa da qual um dos diretores é Dick Cheney. Vice-presidente americano.


    FIGURAÇA

    Christopher Albritton
    Este jornalista, do New York Daily News, está levantando dinheiro na Internet para ir por conta própria cobrir a guerra no Iraque.

    Sozinho, com uma câmera, um laptop e um telefone por satélite, ele vai tentar entrar no norte do Iraque, no Curdistão, para escrever um blog direto das cenas do conflito.
    E sem influencias ou cerceamento da grande mídia ou das forças americanas.

    Albritton fez essa viagem no ano passado, publicando suas experiências através de um blog. Agora a barra vai ser muito mais pesada. Ah sim, além do equipamento acima ele leva uma injeção de atropina e uma máscara anti-gases, presentes de um soldado israelense.

    Seu maior temor é ter seu sinal de satélite confundido com uma transmissão de soldado iniimigo pelos americanos e ser bombardeado.
    Será que ele chega lá ?
    Será que ele sobrevive ?
    Vai conseguir transmitir seu blog ?

    Acompanhe aqui.

    Reportagem na Wired


    FIGURAÇA

    John Wolf
    Este ativista americano resolveu protestar onde ele acha que será ouvido. Foi direto à casa do "inimigo". No caso, o Imperador Ensandecido Bush II.

    Bush tem um rancho perto da cidadezinha de Crawford, no Texas.
    Quando se entra na cidade vê-se logo um outdoor: "Home of the President George W. Bush".
    Agora, seguindo um pouco em frente, se verá cartazes com outro tipo de dizeres.

    Wolf levou meses vendendo bugigangas pacifistas, juntou uma grana e comprou uma casa bem no meio de Crawford, Texas. Ali pretende lançar uma unidade pacifista, com um centro de imprensa e local para reuniões.

    A população local, claro, está puta da vida. Mas a idéia é ótima.

    Leia reportagem direto do Texas

    Leia entrevista em portugues na Folha

    segunda-feira, março 17, 2003


    Este desenho foi feito por Nooran Adil.
    Ela tem 11 anos.
    Ela estuda no colégio primário Al-Istikwar, em Badgá.
    Nooran Adil fez o desenho porque espera que o Iraque consiga viver em paz.


    GENTE ESTRANHA NUMA FESTA ESTRANHA

    Jim Morrison já cantava
    People are strange
    e as pessoas são estranhas mesmo.

    Você pode conhecer algumas dessas pessoas
    no novo blog de Leticia Bosshard, do Canterbury Tales:

    PEOPLE ARE STRANGE


    A LEITE DE PATO

    Meu colega Adailton Percegonha inaugura o blog Celebridades, do Gravataí Menrengue, com uma raríssima entrevista sobre si mesmo.




    Uma guerra contra o Iraque não tem absolutamente nada a ver com petróleo.

    - Donald Rumsfield, ministro da Defesa


    O petróleo do Iraque pertence ao povo do Iraque.
    - Colin Powell, Secretário de Segurança


    Esta não é uma guerra sobre petróleo. Será uma guerra para liberar o Iraque, não para ocupar o Iraque.
    - Paul Wolfowitz, vice-ministro da Defesa


    A acusação de que esta administração embarcou nesta política por causa de petróleo é uma alegação ultrajante e indecente.para a qual, se você procurar por evidências, não encontrará nenhuma.
    Existe apenas a sugestão, porque tem petróleo no solo e algumas autoridades desta administração tiveram conexões no passado com a indústria petrolífera, portanto que a política dos EUA é assumir o controle do Iraque. Isso é uma mentira. Uma mentira descarada.

    Richard Perle, consultor do Pentágono


    Então, tá.
    Ao fim de tudo, se ainda sobrar petróleo, veremos.


    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER