This site will look much better in a browser that supports web standards, but it is accessible to any browser or Internet device.



blog0news


  • TA TUDO MUITO ESQUISITO, DEPOIS QUE VISUAL VIROU QUESITO

  • Vislumbres

    Assinar
    Postagens [Atom]

    Powered by Blogger

    Fragmentos de textos e imagens catadas nesta tela, capturadas desta web, varridas de jornais, revistas, livros, sons, filtradas pelos olhos e ouvidos e escorrendo pelos dedos para serem derramadas sobre as teclas... e viverem eterna e instanta neamente num logradouro digital. Desagua douro de pensa mentos.


    sábado, março 15, 2003


    MISS BAHIA ENCONTRA MISTER BAHIA



    foto de Sérgio Lima



    ENQUANTO ISSO, NA ZONA DE GUERRA

    Ou Fernando Beira-Mar está jogando merda no ventilador
    tentando embaralhar ainda mais as cartas
    ou ele deixou claro, nas suas recentes declarações,
    e nas de sua advogada (?)

    que ele teria um acordo rolando com o Casal Garotinho.

    Acordo este que foi rompido, claro, por ele ter começado a chutar o balde, e pela intervenção federal na parada...

    É isso?


    ENQUANTO ISSO, NA ZONA DE GUERRA

    No cinema, nos filmes policiais ou de gangsters, tem um momento em que a bandidagem passa do ponto e assassina alguma autoridade supostamente acima de ser atacado. É nesse momento, com esse ataque de pirro, que seu esquema degringola, perdem a moral, e as forças do estado constituído batem com tudo e os derrotam.

    Na vida real não é nada disso e nao hã limites para a bandidagem. Quer dizer, existiriam limites, mas ninguem as impõe. O assassinato de um juiz era pra ser uma merda federal, com uma reação tão violenta e irada, embora organizada e direta, que chegaríamos logo ao final do filme. (Ou, pelo menos desse filme na trilogia).

    A matança encomendada de um juiz, supostamente por ter coibido Beira-Mar de maneiras com que deveria ter sido desde o início, tem que ter uma resposta imediata, direta e precisa. E potente. Além de vingança, o ato foi principalmente uma bravata, uma demonstração de poder. Poder que se não for contraposto somente continuará crescendo.

    ====================

    Enquanto isso, no Rio, revelam-se os planos de segurança Estado/União cuja atração principal é a construção de um alambrado em volta dos Bangus 1, 2, 3, etc.

    É um muro cosmético. O mais importante não é o cerco, o em-volta, mas o que acontece lá dentro. Mais importante do que impedir que os presos saiam, em fugas, é impedir que as coisas entrem, livremente.

    Continuo nesta tecla: o ponto principal do combate ao crime organizado, no momento, é o combate à corrupção e à conivência.

    O projeto do alambrado me lembra os outdoors colocados em frente das favelas onde as autoridades mundiais passariam durante a Eco-92.

    ============================

    E essa história de transferir os presos mais perigosos para presídios no Acre?
    Isso é levar o Anel para Mordor!
    O Acre, terra de hildebrandos, por mais que tenha sido saneado, é o elemento desse pessoal. Estariam em locais vigiados por dispositivos menores, numa terra sem leis, e próximos às fronteiras por onde passam seus produtos.

    Num ponto geográfico legal para solidificarem pontes entre as organzações das grandes cidades e as organizações dos países vizinhos.

    É fácil tentar resolver um problema isolando-o pra putaquepariu. E os acreanos que se virem.


    IMPRENSA AMERICANA VAI DE MAUS A PIOR

    É incrível, mas em meio a mudanças de casas & viagens & impossibilidade acompanhar tudo
    somente agora fiquei sabendo
    pelo Pensar Enlouquece do Inagaki
    que Art Spiegelman deixou o New Yorker.

    Spiegelman é um dos melhores ilustradores da atualidade e criou algumas das capas antológicas da revista New Yorker. E um quadrinhista genial, autor dos livros premiados MAUS e editor de publicações alternativas como RAW e Drawn & Quarterly.

    Apesar disto, e apesar de sua ligação de 10 anos com a revista, e apesar de sua esposa e designer Françoise prosseguir como editora de arte do NY,
    Spiegelman perdeu o saco.
    Ou manteve a coerencia.

    Diante da caretização crescente do sofisticado NY
    caretização aliás da imprensa americana de modo geral
    aliás - se isso ainda é possível - do povo americano, mais ainda;
    Spiegelman saiu.
    Suas últimas ilustrações vinham sendo vetadas
    e as que foram publicadas geraram ondas de protestos dos leitores da NY.

    Como a capa da edição de 4 de julho onde num detalhe explodia uma bomba atômica. Ou a do Dia de Ação de Graças onde aviôes bombardeavam um país com perus.

    Agora ele pensa em deixar também o país e morar na velha Europa.

    Entrevista com Spiegelman, traduzida do Corriere dela Sera,
    sobre sua saída do NY e o clima atual no Império Americano



    Abertura da mais recente obra em quadrinhos de Art Spiegelman.
    A história está inédita porque nenhuma editora ou publicação americana aceitou publicá-la.



    .


    A mídia hoje está nas mãos de um grupo limitado de proprietários multimilionários cujos interesses não coincidem em nada com os de uma pessoa comum vivendo num país onde o abismo entre ricos e pobres tornou-se intransponível. Nete contexto, toda crítica ao governo é imediatamente tachado de impatriótico e anti-americano. Nossa mídia prefere ignorar notícias que no resto do mundo recebem amplo destaque. Se não fosse pela Internet, mesmo a minha visão do mundo seria extremamente limitada.
    - Art Spiegelman


    sexta-feira, março 14, 2003

    LAND OF THE FREE

       Depois do ridiculo boicote as french fries, aos vinhos e queijos franceses e a rede de hoteis Sofitel , os americanos pro war estao fazendo um abaixo assinado para que a Estatua da Liberdade , doada pela Franca aos americanos , seja coberta com uma lona preta .
       Pensando bem , tem tudo a ver ...

    postado por Ana Lucia Pinta



    ESTOU PERDENDO A PACIÊNCIA COM MEUS VIZINHOS, SR. BUSH!

    Fiquei muito excitado com o último motivo de George Bush para bombardear o Iraque: ele está perdendo a paciência. Eu também!

    Já faz algum tempo que ando puto da vida com o Sr. Johnson, que mora descendo a rua duas casas. Bem, com ele e com o Sr. Patel, o dono da loja de produtos naturais. Os dois olham pra mim de uma maneira esquisita, e tenho certeza de que o Sr. Johnson está planejando alguma maldade comigo, mas até agora não consegui descobrir o que seria. Já rondei a casa dele algumas vezes pra ver o que ele anda aprontando, mas ele está com tudo muito bem escondido. Pra vocês verem como ele é ardiloso.

    Quanto ao Sr. Patel, não me pergunte como, mas eu sei - de fontes garantidas - que ele, na verdade, é um Assassino em Massa. Já distribui panfletos na rua avisando que se não agirmos antes, vai nos eliminar um a um.

    Alguns dos vizinhos dizem, se tenho provas, por que não vou à polícia! Mas isso é simplesmente ridículo. A polícia vai dizer que precisa de evidências de que um crime foi cometido antes de prender meus vizinhos.

    Vão ficar lá com sua burocracia sem fim e discutindo os detalhes do certo e errado de atacar antes de mais nada e o tempo todo o Sr. Johnson vai estar finalizando seus planos de cometer maldades horríveis comigo, enquanto o Sr. Patel vai estar assassinando as pessoas em segredo. Já que sou o único da rua com um estoque razoável de armas de fogo, acho que está por minha conta manter a paz aqui. Até há pouco isso era meio complicado. Agora, porém, George W. Bush deixou bem claro que tudo que eu preciso é perder a paciência, e aí posso ir lá e fazer o que eu quiser!


    Leia o resto deste artigo genial de TERRY JONES, integrante do grupo humorístico Monty Python.


    quinta-feira, março 13, 2003

    A POESIA TAMBÉM É NECESSÁRIA

    Ante-ontem publiquei link para um site disponibilizando músicas contra a guerra e a política imperialista dos EUA
    mas o grande ponto cultural de obras contra essa invasão vindoura do mundo árabe pelos cristãos renascidos bushianos é este:
    Poetas contra a Guerra
    com um acervo já de mais de 13 mil poemas
    recebidos de toda parte do mundo.

    (E se você entrou direto neste post
    vindo do querido InternEtc, da Cora,
    clique AQUI para ver também os posts
    atuais deste blog0news. Muito obrigado.)


    COMENTÁRIOS QUE ACABAM VIRANDO POSTS

    "o populacho daquele país que prima pela boçalidade ignorante."

    Eu adoro aquele programinha o "jackass". Mas, se vc analisar bem, verá o quanto é idiota o populacho acima citado. Um bando de babacas fazem idiotices para nada.

    A cultura para fins de evolução intelectual parece não existir nos EUA. Eu tb assisto , de vez em quando, o Dave Letterman. É engraçado mas, os caras não sabem nada de nada. Piadas idiotas sobre o "não-apoio francês" infestaram uma edição que vi desse talk-show. Procuro ver mtas coisas diferentes na tv, inclusive as merdas do horário da tarde. Mas, acho q essas merdas do horário da tarde têm mais informação intelectual do que esses programas ianques. Acho que sou um afro-americano-de-merda. Hahahaha



    Refere-se a este post.



    VEJAM... ESSA MARAVILHA DE CENÁRIO

    No meu tempo o "cenário da guerra" era a situação estratégica do conflito, a posição e os delocamentos das tropas, o desenvolvimento das táticas, números de vítimas, ganhos e perdas...

    Parece que nesta próxima guerra - a invasão do Iraque - um conflito mediatizado, onde a midia é arma de ponta - o "cenário da guerra" será isto mesmo: o cenário de onde acompanharemos a guerra.

    O Exército Americano contratou um dos cenógrafos top da TV e do teatro, George Allison, para construir um cenário de meio milhão de dólares no local onde será "encenada" a guerra: um centro de imprensa em Qatar onde os generais fodôes americanos dispararão informações para a imprensa ávida.

    O cenário inclui dois pódios e cinco telonas de plasma imensos onde serão exibidos gráficos, mapas e as imagens de videogames que certamente serão filtradas para as telinhas de todo o mundo. Certamente não exibirão cenas de massacres de civis ou de americanos destroçados por fogo inimigo ou mesmo amigo.

    O que eu acho que está acontecendo na América é que estamos nos fartando de pão e circo. Só temos reality shows , açúcar e televisão, e muitos de nós caímos num torpor induzido por essa obesidade social. As coisas que aconteceram foram demais para muita gente; agora, está todo mundo fazendo de conta que está dormindo. Acontece que, quando as pessoas fazem de conta que estão dormindo, é impossível acordá-las. Você entende? Não há como chamar a sua atenção, porque elas estão fazendo de conta que não têm atenção alguma... É um círculo vicioso. A mídia simplesmente torna coletivo o sonho dos que fazem de conta que estão dormindo. Ela não pensa em ninguém, especificamente; apenas expressa o que se tornou lugar-comum ? por estar na mídia ? e reforça isso. Faz o que sempre fez, ou seja, tenta segurar um público desatento com uma dieta crescente de medo, sexualidade e violência.
    - John Perry Barlow
    via coluna da Cora


    quarta-feira, março 12, 2003



    É GRAVE A CRISE



    Está aí a prova de que o novo governo está realmente quebrado.





    AOS QUE SE JULGAM VENCEDORES, AS BATATAS

    A ousadia de um país como a França - a velha Europa - de contrariar o Dono do Mundo, o Império Americano, tem revoltado o populacho daquele país que prima pela boçalidade ignorante. Como podem os franceses ser contra uma guerra justa e santa? O boicote a tudo que é francês - um povo imundo e sem nenhuma cultura, é claro - chegou ao ponto de em várias cidades do interior as pessoas terem deixado de consumir batatas fritas. Isto porque em inglês essa peculariedade gastronômica - tão americana, aliás - tem o nome de french fries.






    MISTÉRIOS DA MENTE QUASE-HUMANA

    Como é que pode, uma mulher tão incapacitada como Rosangela Matheus ser tão arrogante?
    Será insegurança? Ou insanidade mesmo?



    NÃO SE DERAM CONTA

    São injustas as críticas hoje contra o programa Fome Zero porque ainda não abriram uma conta para receber doações de dinheiro e alimentos. Vocês já tentaram abrir conta em banco? É complicadíssimo!

    Tem que levar um monte de documento, é aquela papelada, tem que apresentar saldo médio convincente - e todo mundo sabe que esse governo tá sem dinheiro, cortando até onde não devia!

    Sem falar que tá começando agora no emprego. Como é que ele vai abrir conta se chega no banco, dá o Palácio do Planalto como referência, aí o banco liga pra lá e dizem: "É, ele trabalha aqui sim, mas faz dois meses que começou". Ninguem consegue conta em banco assim, ou então é daquelas contas mixurucas, sem nenhuma estrela, que não dá pra fazer nada.


    O BLOCO DO EU SOZINHO

    Os EUA bate no peito gorila e alardeia que vão fazer a guerra mesmo sem a ONU, os EUA declaram que vão fazer a guerra sem a Europa, os EUA vão fazer a guerra sem a Turquia, os EUA hoje arrotam que vão fazer a guerra sem os britânicos...
    daqui a pouco os EUA vão à guerra mesmo sem o Iraque.



    DEIXA COMIGO!

    Leitores, leitores meus, quem é mais auto-suficiente: George Bush, que vai invadir o Iraque sem depender de mais ninguém, ou Rosangela Matheus, que disse dar conta do crime organizado sozinha?



    ARDIL-22

    Algumas hipóteses e perguntas podem ser lançadas no ar. A mais óbvia e já circulando: se Saddam tem mesmo um arsenal de armas infernais, a guerra será uma hecatombe. Se não tem as armas e as condições de usá-las, o que justificará a invasão a posteriori?


    TPI PARA UM MUNDO DE TPM

    Num momento em que a instituição das Nações Unidas encontra-se estilhaçada, ameaçando ruir, em que um Império tenta ser o dono do Planeta, e tambores de guerra rufam no deserto, é simbólica a inauguração de um Tribunal Penal Internacional, mais uma tentativa de povos diversos em compreender que vivemos num planeta único.

    Pena que já nasça torpedeada pelas poderosas nações arrogantes, como EUA, Rússia e China, mas principalmente o reduto do isolacionismo, o Império Americano, que se arrepia só de pensar que algum americano possa ser julgado por um tribunal internacional (quem tem culpa no cartório não passa nem na porta).




    ANUNCIOS DO NOSSO TEMPO

    Quer dizer que quem bebe Antartica perde o respeito pelo mais velhos, especialmente pelos avós?

    terça-feira, março 11, 2003


    PAZ SIM, GUERRA NÃO, MÚSICA SIM

    No site Peace Not War uma compilação de músicas contra esta guerra (ou a política externa americana) - e que você pode ouvir em streaming - por roqueiros, baladeiros e eletronicos diversos.

    Tem coisas como um discurso do Tariq Ali mixado pelo Asian Dub Foundation ou a canção de protesto mais recente de um dos meus grandes ídolos, Billy Bragg.

    Outros petardos partem dos engajados Massive Attack, Midnight Oil, Public Enemy, Roots Manuva, entre outros, e até de nomes descompromissados como Ms. Dynamite e Ann DiFranco.

    segunda-feira, março 10, 2003


    Nos primeiros rascunhos do discurso do Presidente o "eixo do mal" era o "eixo do ódio". (...) De acordo com o presidente Bush, "eixo do mal" foi escolhido por ser "mais teológico".

    Esta é uma questão vital. Por que, em meio a nosso delírio atual de temor e fé, Bush iria querer que as coisas sejam mais teológicas ao invés de menos teológicas? A resposta é bastante clara, em termos humanos: isto faz com que ele se sinta mais à vontade por ser uma nulidade intelectual. Ele quer que a geopolítica seja mais sobre crenças e instintos primários - porque isso ele sabe que tem.

    -Martin Amis
    "O Palácio do Fim"


    domingo, março 09, 2003


    ENCONTRADAS PROVAS DE ARMAS QUÍMICAS NO IRAQUE!



    CHAMEM A DONA BLIX!!

    Recebi do meu irmão MOCA este texto que traduzi abaixo para o portugues, para o deleite dos internautas brasileiros preocupados com a situação no Iraque:

    Você nunca reparou algo esquisito sobre as equipes de inspetores que foram enviados ao Iraque ? SÃO TODOS HOMENS!

    Como, pelo amor da ONU, alguem espera que HOMENS encontrem a maloca do Saddam? Todos sabemos que os homens não tem o mínimo jeito pra achar as coisas. Eles não encontram nem um cesto de roupa suja!


    Leia o resto deste texto com a melhor
    sugestão para a inspeção de armas no Iraque.








    VERDE-OLIVA-E-ROSA

    Pois então agora Dona Rosângela não quer mais a ajuda federal, Exército nas ruas, linha dura em Bangu e tal ?

    Puxa, mesmo com a atuação brilhante que o Exército teve no combate ao crime durante o Carnaval!
    Pois confiram esta reportagem do Mr. Manson sobre o...
    Exército no Rio!!


    Uma coisa que ainda sobrevive na cultura indígena é saber encostar o coração da criança no seu próprio coração. Não adianta presentes materiais, as crianças precisam sentir o coração do pai e da mãe.
    - Marcos Terena



    e o blog0news continua…
    visite a lista de arquivos na coluna da esquerda
    para passear pelos posts passados


    Mas uso mesmo é o

    ESTATÍSTICAS SITEMETER